Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 1: FALAR VERDADE A MENTIR

Página 1
FALAR VERDADE A MENTIR

PEÇA DE TEATRO

Representada, a primeira vez, em Lisboa, no teatro de Tália, pela sociedade particular do mesmo nome, em sete de Abril de 1845.

Pessoas: Brás Ferreira; Amália; Duarte Guedes; General Lemos; Joaquina;

JOSÉ FÉLIX. Um lacaio. Um criado sem libré.

Lugar da cena – Lisboa

ACTO ÚNICO

Sala de visitas elegante. Porta ao fundo e laterais. À esquerda, mesa com escrivaninha, etc.

CENA I

JOAQUINA, JOSÉ FELIX

JOAQUINA - Entre, senhor José Félix, entre. Isto são umas madrugadas!... Para uma pessoa como o senhor José Félix, o criado particular de um fidalgo da corte! Lá por fora ainda mal são nove horas...

JOSÉ FÉLIX - Nove horas... e fidalgo da corte!... Recolha o seu espírito, senhora D. Joaquina. O meu amo é general, estamos de acordo; nove horas deram há muito.

<< Sinopse

pág. 1 (Capítulo 1)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Falar Verdade a Mentir
Páginas: 57
Página atual: 1

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
FALAR VERDADE A MENTIR 1
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site