Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 1: Eleonora

Página 1
Eleonora

Sub conservatione formae specificae salva anima.

(A alma é salva pela conservação da forma específica)

RAIMUNDO LULIO

Descendo de uma estirpe que se distingue pelo vigor da imaginação e pelo ardor das paixões. Os homens chamaram-me louco; mas está ainda por estabelecer se a loucura é ou não a mais suprema inteligência, se muito do que é glorioso, se tudo o que é profundo não provém de uma enfermidade do pensamento - de modos de espírito exaltados em detrimento do intelecto geral. Os que sonham de dia são conhecedores de muitas coisas que escapam aos que apenas sonham de noite. Nas suas visões esfumadas, obtêm relances da eternidade e estremecem, ao acordar, quando descobrem que estiveram à beira do grande segredo. Em fragmentos, adquirem algo da sabedoria do que é o bem, e mais ainda do simples conhecimento do que é o mal. Penetram, mesmo que sem leme nem bússola, no vasto oceano da «luz inefável» e uma vez mais, como os aventureiros do geógrafo núbio, «agressi sunt rnare tenebrarum, quid in eo esset exploraturi» (Afromaram um mar tenebroso com a ideia de explorar o que ele caminha).

Digamos, então, que sou louco. Reconheço, pelo menos, que há dois estados diferentes da minha existência mental- o estado de uma razão lúcida, indiscutível e referente à memória de acontecimentos que constituem a primeira época da minha vida, e um estado de trevas e de dúvida, relativo ao presente, bem como à recordação do que constitui a segunda grande era da minha existência. Assim, acreditai no que vou relatar do primeiro período, e dai ao que possa narrar do período seguinte apenas o crédito que vos pareça devido, ou duvidai completamente; ou ainda, se não puderdes duvidar, fazei como Édipo perante o seu enigma.

<< Sinopse

pág. 1 (Capítulo 1)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Eleonora
Páginas: 8
Página atual: 1

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Eleonora 1
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site