Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 2: Capítulo 2

Página 15
Breve biografia de Fernando Pessoa, escrita pelo próprio em 30 de Março de 1935

De nome completo Fernando Antonio Nogueira Pessoa, nasceu em Lisboa, freguesia dos Martyres, no prédio nº, 4 do Largo de S. Carlos (hoje do Directorio) em 13 de Junho de 1888. Filho legítimo de Joaquim de Seabra Pessoa e de D. Maria Magdalena Pinheiro Nogueira. Neto paterno do General Joaquim Antonio de Araujo Pessoa, combatente das campanhas liberais, e de D. Dionysia Seabra; neto materno do Conselheiro Luiz Antonio Nogueira, jurisconsulto e que foi Diretor Geral do Ministério do Reino, e de D. Magdalena Xavier Pinheiro. Ascendência geral – misto de fidalgos e de judeus.

Em relação à profissão, a designação mais própria será tradutor, a mais exacta a de correspondente estrangeiro em casas comerciais. O ser poeta e escritor não constitui profissão, mas vocação.

Quanto a funções socias que tem desempenhado, se por isso se entende cargos públicos, ou funções de destaque, a resposta que Fernando Pessoa deu a esta pergunta é nenhumas.

A obra publicada estava, nesta altura (1935) essencialmente dispersa por várias revistas e publicações ocasionais. Quanto a livros publicados tínhamos já nesta data: «35 Sonnets» (em inglês) (1918), «English Poems I-II» e «English Poems III» (também em inglês) (1922) e o livro «Mensagem» (1934), premiado pelo Secretariado da Propaganda Nacional, na categoria «Poema».

Quanto à educação, em virtude de, falecido seu pai em 1893, a sua mãe ter casado, em 1895, em segundas núpcias com o Comandante João Miguel Rosa, Consul de Portugal em Durban, Natal, foi ali educado. Ganhou o prémio Rainha Victoria de estilo inglês na Universidade do Cabo da Boa Esperança em 1903, no exame de admissão, aos 15 anos.

Faleceu o poeta aos 30 dias do mês de Novembro de 1935, em Lisboa.

<< Página Anterior

pág. 15 (Capítulo 2)

Sinopse >>

anúncio
Capa do livro À Memória do Presidente-rei Sidónio Pais
Páginas: 15
Página atual: 15

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Capítulo 1 1
Capítulo 2 15
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site