Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 2: Beatrice

Página 5
Beatrice
(1861-1862)
Io sono Beatrice
Dante: Inferno

 

A...

 

Nome, que não se diz; nome, que não se escreve:
Quem vai meter num som o mundo, a imensidão?...
O Amor que nome tem? real, jamais o teve...
Escrever!... pois é pouco um livro - o coração?!...

 

Nem visão, nem real: amor! amor somente!...
Pois quem sabe o que diz esta palavra - amor - ?
Quando deixa cair no peito esta semente,
Diz o que há-de brotar, acaso, o Deus-Senhor?

 

Somente amor... Somente?! é pouco esta palavra?
Duas sílabas só - em pouco um mundo está -
Loucos! mas, quando o amor se expande, e cresce, e lavra,
Bem como incêndio, a arder, tão pouco inda será?

 

Gota, que alaga o mundo! átomo, e após, colosso!
Mas este nada ou mundo, a mim, quem mo aqui pôs?
Foi Deus! de Deus me vem... e a Deus medir não posso:
É imenso o que vem dele... os nadas somos nós.

 

<< Página Anterior

pág. 5 (Capítulo 2)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Primaveras Românticas
Páginas: 118
Página atual: 5

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Duas Palavras (Prefácio do Autor) 1
Beatrice 5
Pepa 20
Idílio Sonhado 38
Maria 45
Poesias Diversas 75
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site