Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar
> > Gil Vicente
Gil Vicente (1465-1536)
Foto de Gil Vicente

Gil Vicente (1465-1536) é considerado o pai do teatro português, ou mesmo do teatro ibérico. Representante da literatura renacentista portuguesa.

Biografia de Gil Vicente
Gil Vicente nasceu no ano de 1465 e é considerado o primeiro dramaturgo português. No teatro, além de escrever as peças, desempenhou outras funções como encenador, músico e actor. O local de nascimento é incerto sendo reivindicado por Barcelos, Guimarães, Lisboa ou algures das Beiras. Apesar de se considerar que a data mais provável para o seu nascimento tenha sido em 1466, sabe-se que casou com Branca Bezerra, de quem nasceram Gaspar Vicente(que morreu em 1519) e Belchior Vicente(nascido em 1505). Depois de enviuvar, casou com Melícia Rodrigues de quem teve Paula Vicente (1519-1576), Luís Vicente (que organizou a compilação das suas obras) e Valéria Borges. Presume-se que tenha estudado em Salamanca, Espanha. O seu primeiro trabalho conhecido, a peça em castelhano Auto da Visitação, também conhecido como Monólogo do Vaqueiro, foi representada nos aposentos da rainha D. Maria, consorte de Dom Manuel, para celebrar o nascimento do príncipe (o futuro D. João III) - sendo esta representação considerada como o marco de partida da história do teatro português.

A sua obra é contextualizada pelo que se vinha fazendo no teatro ibérico popular e religioso que já se fazia, embora de forma pouco estruturada. Gil Vicente retratou, com refinada comicidade, a sociedade portuguesa do século XVI, demonstrando uma capacidade acutilante de observação ao traçar o perfil psicológico das personagens. Escreveu dezenas de Autos, compilados após a sua morte por um dos seus filhos, Luís Vicente.

Pensa-se que Gil Vicente tenha morrido no ano de 1536.

anúncio
Obra de Gil Vicente
Capa do livro Auto da Índia
Ano: 1509
Aproveitando a ausência do marido, que embarcara para a Índia, a heroína, com a cumplicidade da moça, mantém simultâneamente duas ligações extraconjug...

Capa do livro Auto da Barca do Inferno
Ano: 1517
Como "moralidade" que é, a peça dramatiza preceitos morais. A acção desenrola-se numa praia em cujo rio esperam dois barcos: um, o do Paraíso, com um ...

Capa do livro Auto da Alma
Ano: 1518
O autor mostra-nos a Alma humana, no decurso do seu peregrinar terreno, alternadamente submetida às solicitações do Diabo e do Anjo da Guarda. Assim, ...

Capa do livro Farsa de Inês Pereira
Ano: 1523
Entre o «asno» e o «cavalo» do mote inicial oscilará Inês Pereira, a personagem principal, jovem casadoira mas exigente. O «asno» é Pêro Marques, o se...


Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site
 
Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Saiba mais | Compreendi