Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 1: O PRIMEIRO DE MAIO

Página 3

- Tirei umas semanas de férias. Se te sentares um segundo vou já ter contigo. Vou tomar um duche.

Quando desapareceu na casa de banho os olhos escuros do visitante vaguearam nervosamente pelo quarto, parando por um momento num grande saco de viagem inglês posto num canto e numa colecção de camisas de seda grossa espalhadas pelas cadeiras por entre belas gravatas e peúgas de lã macia.

Gordon levantou-se e, pegando numa das camisas, examinou-a por um momento. Era de seda muito pesada, amarela e com uma risca azul-clara - e havia quase uma dúzia delas. Sem querer, mirou os punhos da camisa - estavam rotos e esfiapados nas bordas e vagamente cinzentos de sujos. Deixando cair a camisa de seda, puxou as mangas do casaco para baixo e dobrou os punhos gastos da camisa até já não ficarem à vista. Depois foi ao espelho e mirou-se com um olhar apático e triste. A gravata, que já fora uma beleza, estava desbotada e amarrotada - já não servia para esconder as casas desfeitas do colarinho. Pensou sem alegria que, apenas três anos antes, fora largamente votado na universidade como o homem mais bem vestido da aula.

Dean surgiu da casa de banho esfregando o corpo. - Ontem à noite vi uma velha amiga tua - observou. - Passei por ela na entrada, mas não consegui lembrar-me do nome. Aquela rapariga com quem andaste no último ano em New Haven.

Gordon estremeceu.

- A Edith Bradin? Referes-te a ela?

- Essa mesmo. Está bem gira. Ainda parece uma bonequinha. Estás a ver o género: se se lhe toca, ela desfaz-se.

Satisfeito consigo, mirou no espelho a sua imagem perfeita e sorriu vagamente, mostrando parte dos dentes.

- Em todo o caso Já deve ter vinte e três anos continuou.

- Fez vinte e dois no mês passado - disse Gordon com ar ausente.

<< Página Anterior

pág. 3 (Capítulo 1)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro A Década Perdida
Páginas: 182
Página atual: 3

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
O PRIMEIRO DE MAIO 1
O DIAMANTE DO TAMANHO DO RITZ 60
O MENINO RICO 108
A ABSOLVIÇÃO 154
TRÊS HORAS ENTRE DOIS AVIÕES 172
A DÉCADA PERDIDA 179
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site