Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 9: Capítulo IX

Página 173

Ali sentado na areia, a meditar nesse mundo antigo e desconhecido, imaginei o espanto de Gatsby quando, pela primeira vez, identificou a luz verde na extremidade da doca de Daisy. Tinha percorrido um longo caminho para chegar a este relvado azul e o sonho deve ter-lhe parecido tão próximo, que dificilmente escaparia à sua posse. Não sabia que o sonho ficara lá para trás, perdido algures na vasta obscuridade, mais além da cidade, onde os campos da república se desenrolavam sem fim sob o negro manto da noite.

Gatsby acreditava na luz verde, no futuro orgástico que, ano após ano, recua diante dos nossos olhos. Nessa altura iludiu-nos, mas não importa - amanhã correremos mais depressa, esticaremos mais os braços... E uma bela manhã...

Assim vamos persistindo, como barcos contra a corrente, incessantemente levados de volta ao passado.

FIM

<< Página Anterior

pág. 173 (Capítulo 9)

Sinopse >>

anúncio
Capa do livro O Grande Gatsby
Páginas: 173
Página atual: 173

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Capítulo I 1
Capítulo II 23
Capítulo III 39
Capítulo IV 60
Capítulo V 80
Capítulo VI 95
Capítulo VII 109
Capítulo VIII 140
Capítulo IX 156
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site