Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 38: Capítulo XXXVIII

Página 232
Capítulo XXXVIII

Sábado de manhã, Elizabeth e Mr. Collins se encontraram para a primeira refeição, alguns minutos antes de os outros aparecerem. E ele aproveitou a oportunidade para apresentar as suas despedidas com todas as formalidades que julgava indispensáveis.

- Não sei, Miss Elizabeth - disse ele -, se Mrs. Collins já lhe exprimiu os seus sentimentos de gratidão pela visita que nos fez. Mas estou certo de que não deixará esta casa sem receber todos os seus agradecimentos. Asseguro-lhe que o privilégio da sua companhia foi muito apreciado. Sei que a nossa humilde casa possui poucos atrativos; a nossa maneira simples de viver, a exiguidade dos nossos cómodos, o pequeno número dos nossos criados e o pouco que vemos do mundo devem tornar Hunsford uma residência extremamente aborrecida para uma moça. Mas espero que acredite que fizemos tudo em nosso poder para que não passasse o seu tempo de uma maneira pouco agradável e que a nossa gratidão é sincera.

Elizabeth respondeu, exprimindo-lhe calorosos agradecimentos e assegurando-lhe que tinha sido muito feliz. Tinha passado seis semanas agradáveis. O prazer de estar com Charlotte e as grandes atenções que tinha recebido faziam com que fosse ela que estivesse na obrigação de apresentar agradecimentos. Mr. Collins ficou satisfeito e replicou com solenidade, sorri-dente.

- Dá-me a maior alegria saber que não passou o seu tempo de uma maneira desagradável. Fizemos tudo o que estava ao nosso alcance. E tivemos a felicidade de ter podido apresentá-la à mais alta sociedade. E, graças às nossas relações com Rosings, tivemos meios de variar frequentemente a humilde cena doméstica. Penso portanto que podemos nos gabar de que a sua visita a Hunsford não lhe foi cansativa.

<< Página Anterior

pág. 232 (Capítulo 38)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Orgulho e Preconceito
Páginas: 414
Página atual: 232

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Capítulo I 1
Capítulo II 4
Capítulo III 7
Capítulo IV 13
Capítulo V 17
Capítulo VI 21
Capítulo VII 29
Capítulo VIII 36
Capítulo IX 43
Capítulo X 49
Capítulo XI 56
Capítulo XII 62
Capítulo XIII 65
Capítulo XIV 71
Capítulo XV 75
Capítulo XVI 81
Capítulo XVII 92
Capitulo XVIII 97
Capítulo XIX 114
Capítulo XX 120
Capítulo XXI 126
Capítulo XXII 133
Capítulo XXIII 139
Capítulo XXIV 145
Capítulo XXV 152
Capítulo XXVI 157
Capítulo XXVII 165
Capítulo XXVIII 170
Capítulo XXIX 175
Capítulo XXX 183
Capítulo XXXI 187
Capítulo XXXII 192
Capítulo XXXIII 197
Capítulo XXXIV 203
Capítulo XXXV 210
Capítulo XXXVI 220
Capítulo XXXVII 227
Capítulo XXXVIII 232
Capítulo XXXIX 236
Capítulo XL 241
Capítulo XLI 247
Capítulo XLII 255
Capítulo XLIII 261
Capítulo XLIV 277
Capítulo XLV 285
Capítulo XLVI 291
Capitulo XLVII 301
Capitulo XLVIII 314
Capítulo XLIX 321
Capítulo L 328
Capítulo LI 335
Capítulo LII 342
Capítulo LIII 352
Capítulo LIV 362
Capítulo LV 367
Capítulo LVI 375
Capítulo LVII 384
Capítulo LVIII 390
Capítulo LIX 398
Capítulo LX 406
Capítulo LXI 411
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site