Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 8: Capítulo VIII

Página 36
Capítulo VIII

Às cinco horas, as duas senhoras se retiraram para vestir-se, e às seis e meia Elizabeth foi chamada para jantar. Às amáveis perguntas com que a cumularam, entre as quais ela teve o prazer de distinguir a solicitude muito superior de Mr. Bingley, ela não pôde dar uma resposta muito favorável. Jane não estava nada melhor. As irmãs, ouvindo isto, repetiram três ou quatro vezes que sentiam muito, que era bastante desagradável resfriar-se, e que detestavam ficar doentes. E depois não pensaram mais no assunto. A indiferença que manifestaram para com Jane, longe da sua presença imediata, restituiu a Elizabeth o prazer de detestá-las como antigamente.

Mr. Bingley era aliás o único do grupo que ela podia olhar com alguma complacência. O seu cuidado com Jane era evidente. As atenções com que cumulava Elizabeth eram bastante agradáveis. E essas atenções a impediam de sentir-se como a intrusa que a seu ver as outras pessoas a consideravam. E a não ser de Mr. Bingley não recebeu atenções de mais ninguém. Miss Bingley estava fascinada por Mr. Darcy, sua irmã pouco menos do que ela, e, quanto a Mr. Hurst, que Elizabeth tinha a seu lado, era um homem indolente, que vivia apenas para comer, beber e jogar cartas; quando ele verificou que Elizabeth preferia um prato mais simples a um ragout, perdeu toda a vontade de conversar com ela.

Depois do jantar Elizabeth voltou imediatamente para perto de Jane, e assim que saiu da sala Miss Bingley começou a falar mal dela. Não achava boas as suas maneiras. Revelavam, a seu ver, um misto de orgulho e impertinência. Ela não sabia conversar, não tinha estilo, gosto, nem beleza. Mrs. Hurst pensava a mesma coisa e acrescentou:

- Nada tem, em suma, que a recomende, senão ser uma excelente andarilha.

<< Página Anterior

pág. 36 (Capítulo 8)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Orgulho e Preconceito
Páginas: 414
Página atual: 36

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Capítulo I 1
Capítulo II 4
Capítulo III 7
Capítulo IV 13
Capítulo V 17
Capítulo VI 21
Capítulo VII 29
Capítulo VIII 36
Capítulo IX 43
Capítulo X 49
Capítulo XI 56
Capítulo XII 62
Capítulo XIII 65
Capítulo XIV 71
Capítulo XV 75
Capítulo XVI 81
Capítulo XVII 92
Capitulo XVIII 97
Capítulo XIX 114
Capítulo XX 120
Capítulo XXI 126
Capítulo XXII 133
Capítulo XXIII 139
Capítulo XXIV 145
Capítulo XXV 152
Capítulo XXVI 157
Capítulo XXVII 165
Capítulo XXVIII 170
Capítulo XXIX 175
Capítulo XXX 183
Capítulo XXXI 187
Capítulo XXXII 192
Capítulo XXXIII 197
Capítulo XXXIV 203
Capítulo XXXV 210
Capítulo XXXVI 220
Capítulo XXXVII 227
Capítulo XXXVIII 232
Capítulo XXXIX 236
Capítulo XL 241
Capítulo XLI 247
Capítulo XLII 255
Capítulo XLIII 261
Capítulo XLIV 277
Capítulo XLV 285
Capítulo XLVI 291
Capitulo XLVII 301
Capitulo XLVIII 314
Capítulo XLIX 321
Capítulo L 328
Capítulo LI 335
Capítulo LII 342
Capítulo LIII 352
Capítulo LIV 362
Capítulo LV 367
Capítulo LVI 375
Capítulo LVII 384
Capítulo LVIII 390
Capítulo LIX 398
Capítulo LX 406
Capítulo LXI 411
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site