Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 7: O DESAPARECIMENTO DE LADY FRANCES CARFAX

Página 139
O DESAPARECIMENTO DE LADY FRANCES CARFAX

- Mas porquê da Turquia? - perguntou Mr. Sherlock Holmes, fitando insistentemente as minhas botas.

Eu reclinava-me numa cadeira de verga e os meus pés, em evidência, atraiam a sua atenção, sempre ávida.

- Inglesas - respondi, algo surpreendido. - Comprei-as no Latimer's, em Oxford Street.

Holmes sorriu com uma expressão de impaciência e cansaço.

- O banho! - exclamou. - O banho! Porquê o relaxante e caro banho turco em vez do revigorante banho doméstico?

- Porque nos últimos dias tenho andado com reumático e me sinto velho. Um banho turco é aquilo a que chamamos um alterativo em medicina: um depurativo, um processo para começar de novo. Já agora, Holmes - acrescentei -, não duvido que a relação entre as minhas botas e um banho turco é de todo evidente para um espírito lógico, mas ficar-lhe-ia grato se me quisesse explicar qual é.

- Um raciocínio bastante claro, Watson - respondeu Holmes, pestanejando maliciosamente. - Pertence à mesma classe elementar de dedução que poderia ilustrar se lhe perguntasse quem partilhou consigo o trem, esta manhã.

- Um exemplo não é uma explicação - disse eu com certa aspereza.

- Bravo, Watson! Uma reacção muito digna e muito lógica. Ora deixe-me ver... Que tínhamos, então? Comecemos pelo último ponto: o trem. Verá que traz alguns salpicos na manga e no ombro esquerdo do casaco. Se tivesse viajado ao meio de um cabriolé, é improvável que os salpicos o houvessem atingido e, atingindo, seriam com certeza simétricos. É, portanto, óbvio que se sentou a um lado. Logo, é também claro que tinha um companheiro.

- Isso é evidente.

- Um lugar-comum dos mais comuns, não é?

- Mas as botas e o banho?

- Um raciocínio igualmente infantil.

<< Página Anterior

pág. 139 (Capítulo 7)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro A Última Aventura de Sherlock Holmes
Páginas: 210
Página atual: 139

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
PREFÁCIO 1
A AVENTURA DE WISTERIA LODGE 2
A AVENTURA DA CAIXA DE CARTÃO 38
A AVENTURA DO CÍRCULO VERMELHO 64
A AVENTURA DOS PLANOS BRUCE-PARTINGTON 87
A AVENTURA DO DETECTIVE MORIBUNDO 121
O DESAPARECIMENTO DE LADY FRANCES CARFAX 139
A AVENTURA DO PÉ DO DIABO 162
O ÚLTIMO CASO 192
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site