Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 3: A AVENTURA DA CAIXA DE CARTÃO

Página 38
A AVENTURA DA CAIXA DE CARTÃO

Ao escolher alguns casos típicos que ilustrassem as notáveis qualidades mentais do meu amigo Sherlock Holmes, esforcei-me tanto quanto possível por seleccionar os que apresentassem um mínimo de sensacionalismo, conquanto oferecessem um apreciável campo para Holmes exercitar os seus talentos. Mas não é infelizmente possível separar de todo o sensacional do criminoso, e um cronista vê-se no dilema de sacrificar pormenores essenciais e dar, assim, uma falsa visão do problema, ou utilizar matéria que o acaso, e não a busca, lhe proporcionou. Feito este breve prefácio, debruço-me sobre as minhas notas acerca de uma cadeia de acontecimentos que viria a demonstrar-se curiosa e singularmente terrível.

Era um dia abrasador de Agosto. Baker Street parecia um forno e o brilho do sol no tijolo amarelo da casa em frente era doloroso para os olhos. Dificilmente se acreditaria que aquelas eram as mesmas paredes que, através das névoas do Inverno, se perfilavam tão sombrias. Tínhamos as persianas meio corridas, e Holmes, enroscado no sofá, lia e relia uma carta que, viera no correio da manhã. Eu, devido à comissão de serviço na Índia, suportava melhor o calor do que o frio, e um termómetro acima dos trinta e quatro graus não me incomodava por aí além. Mas o jornal matutino nada trazia de interesse. O Parlamento encerrara os seus trabalhos toda a gente saíra da cidade e eu suspirava pelas clareiras de New Forest ou pelas praias de Southsea. Uma conta bancária esgotada obrigara-me a adiar as férias e, quanto ao meu companheiro, nem o campo nem o mar o atraíam minimamente. Adorava viver no meio de cinco milhões de pessoas, com as antenas projectadas sobre elas, atento ao mais pequeno rumor ou suspeita de um crime por solucionar.

<< Página Anterior

pág. 38 (Capítulo 3)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro A Última Aventura de Sherlock Holmes
Páginas: 210
Página atual: 38

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
PREFÁCIO 1
A AVENTURA DE WISTERIA LODGE 2
A AVENTURA DA CAIXA DE CARTÃO 38
A AVENTURA DO CÍRCULO VERMELHO 64
A AVENTURA DOS PLANOS BRUCE-PARTINGTON 87
A AVENTURA DO DETECTIVE MORIBUNDO 121
O DESAPARECIMENTO DE LADY FRANCES CARFAX 139
A AVENTURA DO PÉ DO DIABO 162
O ÚLTIMO CASO 192
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site