Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 7: 7 - Um Chá de Loucos

Página 48

“E você precisa aprender a não fazer comentários pessoais”, falou Alice com gravidade: “É muito grosseiro.”

O Chapeleiro arregalou os olhos ao ouvir isso, mas tudo o que disse foi: “Por que um corvo se parece com uma escrivaninha?”

“Muito bem, vamos nos divertir agora!” pensou Alice. “Estou feliz que eles tenham começado a propor adivinhações! — Acho que posso decifrar esta!” acrescentou em voz alta. “Quer dizer que você pensa que pode encontrar uma resposta para isso?” indagou a Lebre de Março.

“Exatamente”, respondeu Alice.

“Então você deve dizer o que pensa”, continuou a Lebre de Março.

“Eu digo o que penso”, Alice apressou-se em dizer, “ou, pelo menos... pelo menos eu penso o que digo... é a mesma coisa, não é?”

“Não é a mesma coisa de jeito nenhum!” interveio o Chapeleiro. “Ora, assim você afirmaria que ‘vejo o que como’ é a mesma coisa que ‘como o que vejo’!”

“Assim você afirmaria”, acrescentou a Lebre de Março, “que ‘gosto daquilo que tenho’ é a mesma coisa que ‘tenho aquilo de que gosto’!”

“Assim você afirmaria”, ajuntou o Dormidongo, que parecia falar enquanto dormia, “que ‘respiro quando durmo’ é a mesma coisa que ‘durmo quando respiro’!”

“No seu caso é a mesma coisa!” disse o Chapeleiro. Nesse ponto a conversa parou, e o grupo ficou calado durante um minuto, enquanto Alice pôs-se a recordar tudo o que podia sobre corvos e escrivaninhas, o que não era lá muita coisa.

O Chapeleiro foi o primeiro a quebrar o silêncio: “Que dia do mês é hoje?”, disse, dirigindo-se a Alice. Ele tinha tirado seu relógio do bolso e estava olhando-o com preocupação, sacudindo-o de quando em quando e segurando-o junto ao ouvido.

Alice refletiu um pouco e depois respondeu: “É dia quatro.” “Dois dias atrasado!” suspirou o Chapeleiro.

<< Página Anterior

pág. 48 (Capítulo 7)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Alice no País das Maravilhas
Páginas: 91
Página atual: 48

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
1 - Na Toca do Coelho 1
2 - O Mar de Lágrimas 8
3 - Uma Corrida Eleitoral e uma Longa História 15
4 - O Coelho dá uma Tarefa a Bill 22
5 - Conselhos de uma Lagarta 31
6 - O Porco e a Pimenta 38
7 - Um Chá de Loucos 47
8 - O Campo de Croquet da Rainha 55
9 - A História da Falsa Tartaruga 63
10 - A Quadrilha da Lagosta 71
11 - Quem Roubou as Tortas 78
12 - O Depoimento de Alice 85
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site