Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 2: 2 - O Mar de Lágrimas

Página 8

Capítulo 2 – O mar de Lágrimas

“Que estranhíssimo, que muito estranhíssimo!” gritou Alice (ela estava tão surpresa que, por um momento, se esqueceu de falar conforme as regras da gramática).

“Agora estou espichando como a maior luneta que já se viu! Adeus, pés!” (pois, quando olhou para seus pés, eles estavam quase fora do alcance de sua vista, de tão longe). “Oh, meus pobres pezinhos, quem é que vai calçar os sapatos e as meias em vocês de agora em diante, meus queridos? Só sei que eu não poderei ser! Estarei longe demais para cuidar de vocês: é melhor arranjarem-se como puderem... Mas tenho de ser gentil com eles”, pensou Alice, “ou talvez não queiram mais levar-me aonde eu queira ir! Vamos ver. Vou dar-lhes um novo par de botas todo Natal.”

E prosseguiu combinando consigo mesma como iria resolver a questão. “Vou enviar pelo correio...” pensou, “como vai ser engraçado mandar um presente para os próprios pés! E como soará estranho o endereço!

Ilmo. Sr. Pé direito de Alice

Tapetinho junto ao degrau

Perto da lareira

(da Alice com amor).

Oh, meu Deus, quanta bobagem estou dizendo!”

Exatamente naquele momento sua cabeça bateu no teto da sala: estava agora com mais de dois metros e meio de altura.

Pobre Alice! O máximo que pôde fazer foi deitar-se de lado e espiar o jardim com um olho só. Agora, mais do que nunca, não havia a menor esperança de passar por ali: então ela sentouse e começou a chorar outra vez.

“Mas que vergonha!” exclamou, “uma garota grande como você”, (podia muito bem dizer isso), “chorando dessa maneira! Pare com isso já, estou mandando!”

<< Página Anterior

pág. 8 (Capítulo 2)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Alice no País das Maravilhas
Páginas: 91
Página atual: 8

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
1 - Na Toca do Coelho 1
2 - O Mar de Lágrimas 8
3 - Uma Corrida Eleitoral e uma Longa História 15
4 - O Coelho dá uma Tarefa a Bill 22
5 - Conselhos de uma Lagarta 31
6 - O Porco e a Pimenta 38
7 - Um Chá de Loucos 47
8 - O Campo de Croquet da Rainha 55
9 - A História da Falsa Tartaruga 63
10 - A Quadrilha da Lagosta 71
11 - Quem Roubou as Tortas 78
12 - O Depoimento de Alice 85
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site