Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 11: 11 - Quem Roubou as Tortas

Página 79

Os doze jurados estavam ocupadíssimos, escrevendo sobre lousas. “O que estão fazendo?” Alice sussurrou para o Grifo, “eles não têm nada para escrever ali, antes que o julgamento comece.”

“Eles estão escrevendo seus próprios nomes”, sussurrou o Grifo em resposta, “por medo de esquecê-los antes do final do julgamento.”

“Que estúpidos!” disse Alice indignada, em voz alta; mas súbito se conteve, pois o Coelho Branco gritou: “Silêncio no tribunal!” e o Rei pôs os óculos e começou a olhar em volta interrogativamente, para ver quem estava falando.

Alice pôde ver, tão bem como se estivesse olhando sobre os ombros deles, que todos os jurados estavam escrevendo “Que estúpidos!” nas suas lousas; pôde até mesmo observar que um deles não sabia escrever “estúpido” e teve de pedir ajuda ao vizinho. “Imagino a confusão em que estará a lousa deles, quando o julgamento acabar!” pensou Alice.

Um dos jurados tinha um giz que rangia. E isso, evidentemente, Alice não podia suportar. Deu a volta no tribunal e postou-se atrás dele, até encontrar uma oportunidade de tomarlhe o giz. Ela foi tão rápida que o pobre jurado (era Bill, o Lagarto) não se deu conta do que acontecera; então, depois de procurá-lo por toda parte, foi obrigado a escrever com o dedo pelo resto do dia: o que não adiantava muito, pois o dedo não deixava marca alguma na lousa.

“Arauto, leia a acusação!” disse o Rei.

E então o Coelho Branco soou três vezes a corneta, desenrolou o pergaminho e leu o que se segue:

“A Rainha de Copas assou umas tortas

num dia de verão.

O Valete de Copas roubou essas tortas

sem nenhuma razão.”

“Profiram o veredicto”, disse o Rei ao júri.

“Ainda não, ainda não!” interveio apressadamente o Coelho.

<< Página Anterior

pág. 79 (Capítulo 11)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Alice no País das Maravilhas
Páginas: 91
Página atual: 79

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
1 - Na Toca do Coelho 1
2 - O Mar de Lágrimas 8
3 - Uma Corrida Eleitoral e uma Longa História 15
4 - O Coelho dá uma Tarefa a Bill 22
5 - Conselhos de uma Lagarta 31
6 - O Porco e a Pimenta 38
7 - Um Chá de Loucos 47
8 - O Campo de Croquet da Rainha 55
9 - A História da Falsa Tartaruga 63
10 - A Quadrilha da Lagosta 71
11 - Quem Roubou as Tortas 78
12 - O Depoimento de Alice 85
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site