Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 5: RÍQUI -TÍQUI -TÁVI

Página 98
Talvez não esteja mesmo morto.

Levaram-no para dentro de casa e um homem grande, segurando-o entre o indicador e o polegar, disse que não estava morto mas meio abafado; envolveram-no, portanto, em algodão em rama, aqueceram-no e ele abriu os olhos e espirrou.

- Agora - disse o homem grande (era um inglês que acabava de mudar-se para o bangaló) - não o assusteis, para vermos o que faz.

Assustar um mangusto é a coisa mais difícil do mundo, porque, desde o focinho ao rabo, está a arder em curiosidade. A divisa de toda a raça dos mangustos é: «Corre a descobrir», e Ríqui-Tíqui era um mangusto genuíno. Olhou para o algodão, entendeu que não era coisa de comer, correu em volta da mesa, sentou-se direito a alisar o pêlo, coçou-se e saltou para o ombro do rapazinho.

- Não te assustes, Teddy - disse-lhe o pai - que mostra ser amigo.

- Catíxa: Está a fazer-me cócegas debaixo do queixo disse Teddy.

Ríqui-Tíqui espreitou por entre o colarinho e o pescoço do rapaz, cheirou-lhe a orelha e desceu para o chão, onde se sentou a esfregar o focinho.

- Valha-o Deus! – disse a mãe de Teddy. - E é isto um animal bravio! Calculo que é assim manso porque o tratamos bem.

- Todos os mangustos são assim - confirmou o marido. Se Teddy lhe não pegar pelo rabo, ou procurar metê-lo numa gaiola, andará a correr para dentro e para fora de casa todo o santo dia. Vamos dar-lhe de comer. Deram-lhe um pedacinho de carne crua. Ríqui-Tíqui gostou imenso, e quando acabou saiu para a varanda, a sentar-se ao sol e a enfunar o pêlo, para o enxugar até à raiz. Sentiu-se então melhor.

«Há mais coisas que descobrir nesta casa - disse para consigo -, do que toda a minha família seria capaz de descobrir em toda a sua vida.»

Passou todo esse dia a vaguear pela vivenda.

<< Página Anterior

pág. 98 (Capítulo 5)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro O Livro da Selva
Páginas: 158
Página atual: 98

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
OS IRMÃOS DE MÁUGLI 1
A CAÇADA DE CÁ 24
TIGRE! TIGRE! 53
A FOCA BRANCA 74
RÍQUI -TÍQUI -TÁVI 97
TUMAI DOS ELEFANTES 115
SERVIDORES DE SUA MAJESTADE 138
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site