Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 1: MÃO ESCURA

Página 1
MÃO ESCURA
(The brown hand)

Toda a gente sabe que Sir Dominick Holden, o célebre médico das Índias, fez de mim seu herdeiro e que o seu óbito transformou um médico pobre e a trabalhar no duro num proprietário próspero. Sabe-se também que cinco pessoas pelo menos podiam tanto como eu aspirar à herança e que a escolha de Sir Dominick pareceu a alguns arbitrária e bizarra. Tanto pior! Afirmo eu que Sir Dominick tinha razões muito sólidas para me testemunhar a sua benevolência, embora eu apenas o tivesse conhecido nos seus últimos anos; direi mesmo que o que fiz pelo meu tio das Índias, ninguém ainda o fez por outrem. Claro que não posso esperar muito que a minha história seja crível, a tal ponto ela é pouco banal. Mas ficaria com a impressão de faltar a um dever se não a relatasse. Ei-la, portanto. Acreditar ou não acreditar em mim, isso é com os leitores.

Sir Dominick Holden, companheiro da Ordem do Banho, comendador da Estrela das Índias, etc., fora toda a vida um médico extremamente distinto. Deixara o exército a fim de estabelecer-se em Bombaim e criar clientela civil; chamado com frequência para dar consulta, tinha visitado todas as províncias das Índias. O seu nome permanece ligado para sempre ao Hospital Oriental que fundou e desenvolveu. A dada altura, a sua constituição de ferro manifestou sinais de desgaste, consequência da longa sobretensão que ele lhe impusera; os colegas (talvez não de todo desinteressados na ocorrência) aconselharam-no a regressar a Inglaterra. Aguentou-se até à aparição de sintomas nervosos deploravelmente pronunciados; regressou então, muito deprimido, ao seu Wiltshire natal. Comprou uma bela propriedade, com uma velha mansão, na orla da planície de Salisbúria, e consagrou os seus velhos dias ao estudo da patologia comparada; esta tinha sido o capricho de toda a sua vida, e havia adquirido uma reputação incontestada.

<< Sinopse

pág. 1 (Capítulo 1)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Histórias Extraordinárias
Páginas: 136
Página atual: 1

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
MÃO ESCURA 1
O CASO DE LADY SANNOX 19
O PARASITA 31
O GATO DO BRASIL 89
O FUNIL DE CABEDAL 113
O QUARTO DO PESADELO 127
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site