Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 6: O QUARTO DO PESADELO

Página 127
O QUARTO DO PESADELO
(The nightmare room)

A sala de estar da família Mason era uma divisão muitíssimo curiosa. Num dos lados achava-se mobilada com extraordinário luxo. Os sofás fofos, as poltronas baixas e cómodas, as estatuetas voluptuosas e os ricos cortinados que pendiam de galerias amplas e decorativas de metal trabalhado, formavam um quadro muito adequado para a encantadora dona da casa. Mason, homem de negócios, era jovem mas possuía uma grande fortuna e não regateara incómodos nem dinheiro para satisfazer 'todas as necessidades e todos os caprichos da sua belíssima esposa. Era natural que o fizesse, porque também ela tinha renunciado a muitas coisas por amor a ele. A mais célebre bailarina de França, a heroína de uma dúzia de extraordinárias aventuras de amor, tinha renunciado à sua vida de prazeres deslumbrantes para compartilhar a sorte de um jovem norte-americano cujas austeras normas de vida tanto se diferenciavam das suas.

O marido procurava compensar o que ela havia perdido proporcionando-lhe tudo quanto a riqueza era capaz de conseguir. Talvez houvesse quem pensasse que teria dado provas de melhor gosto não proclamando esse facto, não permitindo que aparecesse em letra de forma; mas, exceptuando alguns pequenos pormenores como este, a sua conduta como marido não deixou de ser nem um só momento a de um homem apaixonado. Nem sequer na presença de espectadores se furtava a exibir publicamente o amor absorvente que o dominava.

Mas a sala em questão era extraordinária. Ao princípio parecia uma coisa que não fugia ao vulgar, mas depois de frequentá-la durante algum tempo, descobriam-se nela algumas características sinistras. Era uma divisão silenciosa, de uma mudez absoluta. Nas suas ricas alcatifas e tapetes afogava-se todo o género de passos.

<< Página Anterior

pág. 127 (Capítulo 6)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Histórias Extraordinárias
Páginas: 136
Página atual: 127

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
MÃO ESCURA 1
O CASO DE LADY SANNOX 19
O PARASITA 31
O GATO DO BRASIL 89
O FUNIL DE CABEDAL 113
O QUARTO DO PESADELO 127
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site