Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 1: Capítulo 1

Página 2

Era um contratempo, mas tive de fazer a melhor cara possível.

Afinal de contas, a culpa era minha, pois já devia saber que um jornalista não tem o direito de fazer planos pessoais.

- Então, não penso mais no assunto - disse eu, com a maior alegria que consegui reunir num prazo tão curto. Que é que queria que eu fizesse?

- Bem, queria apenas que entrevistasse aquele demónio de homem que está em Rotherfield.

- Não está a referir-se ao professor Challenger? - exclamei eu.

- Sim, é justamente a ele que me refiro. A semana passada arrastou o jovem Alec Simpson, do Courier, uns setecentos metros pela rua principal, pelo colarinho do casaco e pelos fundilhos das calças. Provavelmente, deve ter lido sobre isso na coluna policial. Os nossos rapazes preferem entrevistar um crocodilo à solta no Jardim Zoológico. Mas estava a pensar que o senhor podia fazer isso... um velho amigo como o senhor.

- Ora - disse eu, profundamente aliviado -, isto facilita tudo. Acontece que foi para visitar o professor Challenger em Rotherfield que eu pedi uns dias de licença. O facto é que é o aniversário da nossa aventura principal no planalto, há três anos, e ele convidou todo o nosso grupo para a sua casa para nos reencontrar-mos e celebrarmos a ocasião.

- Perfeito! - exclamou McArdle, a esfregar as mãos e resplandecente através dos óculos. - Assim, poderá ouvir as opiniões dele. Em qualquer outro homem eu diria que tudo não passava de um disparate, mas o fulano já teve razão uma vez, e quem sabe se não terá de novo!

- Ouvir que opiniões? - perguntei eu. - Que tem ele andado a fazer?

- Não viu a carta dele sobre «Possibilidades Científicas» no Times de hoje?

-Não.

McArdle mergulhou e pegou num exemplar que estava no chão.

- Leia em voz alta - disse ele, indicando uma coluna com o dedo. - Gostaria de ouvir novamente, pois agora não tenho a certeza de me lembrar bem do que o homem queria dizer.

<< Página Anterior

pág. 2 (Capítulo 1)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro O Dia em que o Mundo Acabou
Páginas: 72
Página atual: 2

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Capítulo 1 1
Capítulo 2 18
Capítulo 3 31
Capítulo 4 44
Capítulo 5 53
Capítulo 6 65
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site