Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 6: LIVRO IV

Página 104
Entretanto, os nossos soldados aguentaram o ataque do inimigo e, durante mais de quatro horas, combateram com notável coragem; receberam poucos ferimentos e mataram muitos inimigos. Assim que a nossa cavalaria apareceu, os inimigos deitaram fora as armas e fugiram; foram massacrados em grande número.

XXXVIII - César, no dia seguinte, enviou Tito Labieno, seu lugar-tenente, com as legiões trazidas da Bretanha, contra os Mórinos que se tinham revoltado. Como os pântanos estavam secos, eles viram-se privados do refúgio que os protegera no ano anterior e caíram quase todos entre as mãos de Labieno. Em contrapartida, os lugares-tenentes Quinto Titúrio e Lúcio Cota, que tinham conduzido as legiões pelo território dos Menápios, depois de terem devastado todos os seus campos, cortado o trigo, queimado as habitações, retiraram para junto de César, porque os Menápios se tinham escondido todos na espessura das florestas. César estabeleceu entre os Belgas os quartéis de Inverno de todas as suas legiões. No total, dois Estados da Bretanha para ali lhe enviaram os seus reféns; os outros negligenciaram fazê-lo. Terminadas estas campanhas, e em consequência de uma carta de César, foram decretados pelo Senado vinte dias de acções de graças.

<< Página Anterior

pág. 104 (Capítulo 6)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro A Guerra das Gálias
Páginas: 307
Página atual: 104

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
PREFÁCIO 1
CRONOLOGIA SUMÁRIA DA VIDA DE CÉSAR 7
LIVRO I 10
LIVRO II 47
LIVRO III 67
LIVRO IV 84
LIVRO V 105
LIVRO VI 140
LIVRO VII 167
LIVRO VIII 224
ÍNDICE HISTÓRICO E GEOGRÁFICO 256
NOTAS 299
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site