Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 9: O Alegre Saber

Página 75
O Alegre Saber

«La gaya scienza»

Aurora é um livro afirmativo, profundo, mas claro e gracioso. Acontece o mesmo, e até em grau mais alto, com o Alegre Saber: profundidade e petulância quase de frase a frase caminham de mãos dadas. Numa estrofe se exprime o reconhecimento pelo maravilhoso mês de Janeiro que então vivi - todo o livro é sua dádiva - e Se revela muito bem a profundidade desde a qual foi dado ao saber tornar-se jocundo:


Com tua espada de fogo,
despedaçaste o gelo da minha alma,
e esta já corre ao mar da alta esperança
como corre a torrente impetuosa:


mais puro, grau a grau, e mais saudável,
deslumbrante de alegria e liberdade,
louva-te dos teus dons maravilhosos,
Janeiro propício!

Quem pode ficar incerto sobre o que significa «a alta esperança» ao vê-la brilhar no fim do quarto livro com a beleza diamantina das primeiras palavras de Zaratustra? E haverá quem entenda as frases lapidares do fim do terceiro livro, com as quais se alcançou pela primeira vez a expressão incisiva do destino para todos os tempos?

As Canções do príncipe Votgeirei, compostas na sua maior parte na Sicília, recordam muito acentuadamente o conceito provençal da gaya scienza com aquela união de menestrel, de cavaleiro e de espírito livre que distingue a maravilhosa e precoce cultura da Provença de. todas as culturas equívocas: e especialmente o último poema, Para o Mistral, exuberante canção de dança, na qual, com a devida vénia se dança muito para além da moral, é uma feliz realização de provençalismo.

<< Página Anterior

pág. 75 (Capítulo 9)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Ecce Homo
Páginas: 115
Página atual: 75

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
INTRODUÇAO 1
Porque sou tão sábio 5
Porque sou tão sagaz 20
Porque escrevo tão bons livros 41
A Origem da Tragédia 52
Considerações intempestivas 58
Humano, demasiado Humano 64
Aurora 71
O Alegre Saber 75
Assim falou Zaratustra 76
Para além do Bem e do Mal 91
Genealogia da moral 93
Crepúsculo dos ídolos 95
O caso Wagner 98
Por que sou uma fatalidade 106
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site