Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 12: Capítulo 5 – O Inverno Negro

Página 139
Capítulo 5 – O Inverno Negro

Bastou o facto de Mac Murdo ter sido julgado e absolvido para ainda mais aumentar a sua popularidade, junto dos companheiros. Na realidade, era caso ímpar ter um homem, precisamente no mesmo dia da sua filiação na loja, desempenhado uma missão que o levasse à presença de um juiz.

Mac Murdo tinha a reputação de não só ser sociável e jovial, para com OS amigos, mas também irascível quando tentavam humilha-lo, não aceitando um insulto sequer do próprio grão-mestre da Ordem.

Os mais experientes do grupo diziam a seu respeito: «É o homem adequado para um trabalho limpo.» E todos esperavam a oportunidade de vê-lo entrar em acção. Mac Ginty, que já contava com muitos elementos activos com provas dadas, sentia desta vez, que tinha um verdadeiro mastim, pronto a saltar sobre uma presa, mal ele o soltasse da corrente.

Contudo, um pequeno número de membros da loja, entre os quais se destacava Baldwin, tinham começado a odiar Mac Murdo, movidos pela inveja que lhes causava uma tão rápida ascensão. Mas não deixavam também de evitar irritá-lo pois Mac Murdo tão facilmente ria, como estava disposto a lutar.

Por outro lado, o pai de Ettie Shafter já não lhe permitia a entrada na pensão e, embora a jovem estivesse demasiado enamorada para cortar relações com ele, não deixava, contudo, de imaginar o que seria casar-se com um homem que tinha a reputação de assassino.

Certa manhã, após uma noite de insónia, Ettie resolveu ira casa de Mac Murdo para dissuadi-lo de continuar na maléfica organização. Ao entrar na saleta que antecedia o quarto do jovem, viu-o de costas, sentado, a ler uma carta. Aproximou-se, para fazer-lhe uma surpresa, e ficou aterrorizada, quando ele se voltou, bruscamente, com uma mão, agarrara-lhe a garganta e, com a outra, amarrotara a carta.

<< Página Anterior

pág. 139 (Capítulo 12)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro O Vale do Terror
Páginas: 172
Página atual: 139

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
PRIMEIRA PARTE - A TRAGÉDIA DE BIRLSTONE - Capítulo 1 – O Aviso 1
Capítulo 2 – Sherlock Holmes Discorre 11
Capítulo 3 – A Tragédia de Birlstone 20
Capítulo 4 – A Treva 31
Capítulo 5 – A Personagem do Drama 43
Capítulo 6 – Uma Réstia de Luz 56
Capítulo 7 – A Solução 71
SEGUNDA PARTE - OS VINGADORES - Capítulo 1 – O Homem 88
Capítulo 2 – O Grão-Mestre 95
Capítulo 3 – Loja 341, Vale Vermissa 109
Capítulo 4 – O Vale do Terror 127
Capítulo 5 – O Inverno Negro 139
Capítulo 6 – Perigo 149
Capítulo 7 – Birdy Edwards Cai na Armadilha 160
Epílogo 170
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site