Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 15: Epílogo

Página 170
Epílogo

O processo do Tribunal da Polícia foi concluído e o caso de John Douglas seguiu os seus trâmites legais para uma instância superior. Após um julgamento, em que se concluiu ter agido em legítima defesa, foi muito justamente absolvido. Apesar disso, Sherlock Holmes escreveu a Mrs. Douglas:

«Ainda existem, por cá, forças ocultas, talvez mais perigosas do que aquelas a que seu marido escapou. Receio que, na Inglaterra, não encontre a segurança que merece».

Tinham já decorrido dois meses, após o julgamento e quase nos tínhamos esquecido do caso de John Douglas, quando, certa manhã, encontrámos na nossa caixa do correio, uma mensagem enigmática:

«Deus me valha, Mr. Holmes»

O singular bilhete não tinha sobrescrito, nem qualquer assinatura.

Perante aquela insólita mensagem, a minha reacção foi sorrir, confuso, mas o meu amigo ficou com uma expressão de invulgar gravidade.

- É diabólico, Watson! – comentou e, durante muito tempo, permaneceu sentado a meditar de sobrolho franzido.

A noite já ia avançada quando a nossa hospedeira, Mrs. Hudson, veio anunciar que um cavalheiro desejava falar com Mr. Holmes acerca de um assunto da maior importância.

Logo surgiu na porta, Mr. Cecil Barker, que tínhamos conhecido na mansão de Birlstone. Estava pálido e angustiado.

- Recebi más noticias, Mr. Holmes! Notícias horríveis - informou.

- Era o que eu temia - murmurou o meu amigo.

- Recebeu um telegrama?

- Apenas me chegou às mãos um bilhete que alguém introduziu na nossa caixa do correio.

- Trata-se de Douglas... Bem sei que o seu verdadeiro nome é Edwards mas, para mim, será sempre Jack Douglas, de Benito Canyon... Lembra-se de eu ter-lhe comunicado que ele e a mulher tinham partido juntos, há três semanas, no Palmyra, para a África do Sul?

- Perfeitamente.

<< Página Anterior

pág. 170 (Capítulo 15)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro O Vale do Terror
Páginas: 172
Página atual: 170

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
PRIMEIRA PARTE - A TRAGÉDIA DE BIRLSTONE - Capítulo 1 – O Aviso 1
Capítulo 2 – Sherlock Holmes Discorre 11
Capítulo 3 – A Tragédia de Birlstone 20
Capítulo 4 – A Treva 31
Capítulo 5 – A Personagem do Drama 43
Capítulo 6 – Uma Réstia de Luz 56
Capítulo 7 – A Solução 71
SEGUNDA PARTE - OS VINGADORES - Capítulo 1 – O Homem 88
Capítulo 2 – O Grão-Mestre 95
Capítulo 3 – Loja 341, Vale Vermissa 109
Capítulo 4 – O Vale do Terror 127
Capítulo 5 – O Inverno Negro 139
Capítulo 6 – Perigo 149
Capítulo 7 – Birdy Edwards Cai na Armadilha 160
Epílogo 170
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site