Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 3: Capítulo 3 – A Tragédia de Birlstone

Página 20
Capítulo 3 – A Tragédia de Birlstone

E agora pedirei licença para fazer desaparecer, por momentos, a minha insignificante pessoa e descrever os factos sucedidos antes da nossa presença no local do crime e que só ulteriormente chegaram ao nosso conhecimento.

A vila de Birlstone é um pequeno e vetusto amontoado de casebres de madeira e tijolos, situado na fronteira setentrional do condado de Sussex. Durante séculos conservara o mesmo aspecto mas, há poucos anos, O pitoresco da sua fisionomia e localização tinha atraído alguns moradores abastados, cujas casas de campo agora se vislumbram por entre a folhagem dos bosques cir cundantes. É crença local de que esses bosques constituem a orla extrema da grande floresta de Weald, que se vai tomando menos densa ao atingir as dunas calcárias do Norte. Aqui e além, começaram a surgir pequenas lojas para atender às necessidades da crescente população, de maneira a prever-se, desde já, que Birlstone se transforme, num breve período, nume vila moderna. É o ponto central de uma área considerável da região pois Tunbridge Wells, o lugar mais próximo digno de importância, fica a dez ou doze milhas para o Oeste, para lá dias fronteiras de Kent.

A cerca de meio quilómetro da povoação, ao centro de um parque famoso pelas suas gigantescas faias, situa-se a velha mansão de Birlstone. Parte deste edifício data da época da primeira cruzada, quando Hugo de Capus construiu uma fortificação no centro da propriedade, que lhe havia sido outorgada pelo Rei Vermelho. Este forte foi destruído pelo fogo em 1543 e parte dos seus alicerces já enegrecidos pelo fumo, foram utilizados quando, na era jacobita, se ergueu uma casa de campo de tijolos sobre as ruínas do castelo feudal.

<< Página Anterior

pág. 20 (Capítulo 3)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro O Vale do Terror
Páginas: 172
Página atual: 20

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
PRIMEIRA PARTE - A TRAGÉDIA DE BIRLSTONE - Capítulo 1 – O Aviso 1
Capítulo 2 – Sherlock Holmes Discorre 11
Capítulo 3 – A Tragédia de Birlstone 20
Capítulo 4 – A Treva 31
Capítulo 5 – A Personagem do Drama 43
Capítulo 6 – Uma Réstia de Luz 56
Capítulo 7 – A Solução 71
SEGUNDA PARTE - OS VINGADORES - Capítulo 1 – O Homem 88
Capítulo 2 – O Grão-Mestre 95
Capítulo 3 – Loja 341, Vale Vermissa 109
Capítulo 4 – O Vale do Terror 127
Capítulo 5 – O Inverno Negro 139
Capítulo 6 – Perigo 149
Capítulo 7 – Birdy Edwards Cai na Armadilha 160
Epílogo 170
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site