Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 1: PREFÁCIO

Página 3
.. Se não dissimula as horas difíceis da conquista, é para melhor ainda fazer ressaltar os seus méritos, pois que, no final, triunfou de tantas dificuldades. No restante, não deu provas de bondade para com os seus soldados, de clemência para com as populações? Não procurou sempre a pacificação ao fazer a guerra e não aceitou todas as aberturas do inimigo, salvo quando este não o fazia com sinceridade?

Que hábil advogado é César em A Guerra das Gálias e também que hábil narrador!

Pelo estilo nu, despojado, que lhe é habitual, usando este vocabulário muito simples, de que fez para si uma regra, em que «foge como de um escolho de toda a palavra nova e insólita», indo sempre direito ao objectivo, César dá aos seus Comentários o tom impessoal, «objectivo», de um comunicado. O efeito perante o leitor é inteiramente maravilhoso: acredita-se estar lendo a linguagem da própria verdade.

Nenhuma retórica, pelo menos aparente. Nada que não sejam factos. As alocuções dos Comentários não são amplificações nem obras-primas literárias, como na maior parte dos historiadores latinos. São discursos realistas, em que cada argumento traz a sua própria substância. São actos. Quando perto de Besançon tem a ideia de combater os Germanos e o pânico se apodera dos legionários, César não diz belas frases aos seus soldados: começa por lhes dizer que eles se intrometem naquilo que só a ele diz respeito; depois, consentindo em discutir com eles, tranquiliza-os com factos: 1) Roma já venceu os Germanos; 2) os próprios Helvécios, muito inferiores aos Germanos, já os venceram também; 3) o exército está bem abastecido, etc. E para concluir, declara-lhes que se não o seguirem, ele marchará apenas com a décima legião. Nenhum apelo ao sentimento; nada que não seja sólido.

<< Página Anterior

pág. 3 (Capítulo 1)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro A Guerra das Gálias
Páginas: 307
Página atual: 3

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
PREFÁCIO 1
CRONOLOGIA SUMÁRIA DA VIDA DE CÉSAR 7
LIVRO I 10
LIVRO II 47
LIVRO III 67
LIVRO IV 84
LIVRO V 105
LIVRO VI 140
LIVRO VII 167
LIVRO VIII 224
ÍNDICE HISTÓRICO E GEOGRÁFICO 256
NOTAS 299
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site