Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 13: Capítulo 13

Página 182

Contei ou, talvez não o tenha dito, porque a memória não me tem sido muito fiel nestes dias, que ficara extremamente lisonjeado quando os meus três companheiros me haviam agradecido por ter salvo a situação (ou, pelo menos, por tê-la melhorado grandemente). Eu era o benjamim da equipa: o mais jovem tanto no plano da Idade como no da experiência, do carácter, do saber, de tudo o que faz um homem. Assim, eu ficara um pouco eclipsado ao princípio. Mas agora entrara na posse da minha personalidade: esta Ideia aquecia-me o coração. Ai de mim! Este contentamento vaidoso acresceu a confiança que em mim fazia e daí resultou a aventura mais atroz da minha vida, uma comoção que ainda me alanceia o coração quando penso nela.

Eis os factos. Tinha ficado exageradamente excitado com as minhas descobertas na copa da árvore, e o sono fugia-me. Summerlee estava de guarda; achava-se sentado junto da fogueira, curvado, seco, pitoresco, com a sua barbicha pontiaguda que se agitava ao menor gesto da cabeça. Lorde John, envolto no seu poncho sul-americano, encontrava-se deitado ao comprido, em silêncio. Challenger alternava o ribombar do trovão com uma suave matraca: os seus roncos repercutiam-se nos bosques. A lua cheia brilhava' o ar estava fresco; que noite ideal para caminhar! De súbito, um pensamento atravessou-me o espírito. Porque não?... Se saísse furtivamente? Se descesse até ao lago central? Se regressasse à hora do pequeno-almoço com um bom relatório acerca do local? Não passaria a ser, então, um participante válido?

<< Página Anterior

pág. 182 (Capítulo 13)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro O Mundo Perdido
Páginas: 286
Página atual: 182

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Capítulo 1 1
Capítulo 2 2
Capítulo 3 11
Capítulo 4 21
Capítulo 5 31
Capítulo 6 53
Capítulo 7 70
Capítulo 8 83
Capítulo 9 96
Capítulo 10 113
Capítulo 11 142
Capítulo 12 161
Capítulo 13 182
Capítulo 14 202
Capítulo 15 222
Capítulo 16 242
Capítulo 17 264
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site