Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 9: Capítulo 9

Página 96

Que os nossos amigos se alegrem: estamos a chegar ao fim. E, pelo menos certo até certo ponto, havíamos confirmado as declarações do Professor Challenger. Não escalámos, é certo, o planalto, mas ele está diante de nós; de imediato, o humor do Professor Summerlee adoçou-se. Não que admita um instante que seja que o seu rival possa ter razão, mas pôs um freio as objecções incessantes e conserva a maioria das vezes um silêncio atento. É, porém, preciso que eu volte atrás e que retome a narração onde a deixei. Mandámos embora um dos índios, que se tinha ferido, e confio-lhe esta carta duvidando, aliás, fortemente, de que ela chegue um dia ao seu destinatário.

Quando lhe escrevi na última vez, estávamos prestes a abandonar a aldeia índia junto da qual nos conduzira o Esmeralda. O meu relato começará com notícias desagradáveis porque esta noite eclodiu o primeiro conflito pessoal (não estou a aludir às inumeráveis bicadas que os dois professores trocam) e foi por pouco que não aconteceu um desenlace trágico. Mencionei aquele mestiço que falava inglês, Gomez: bom trabalhador, cheio de boa vontade mas atacado, suponho, pelo vício da curiosidade que não é coisa rara entre esses homens. Ao cair da noite, escondeu-se perto da cabana em que nos encontrávamos a discutir os futuros planos; foi surpreendido pelo nosso grande negro lambo, que é tão fiel como um cão e que vota aos mestiços o desprezo e o ódio de toda a sua raça pura contra os que têm sangue misturado. Lambo tirou-o da sombra e trouxe-o até nós.

<< Página Anterior

pág. 96 (Capítulo 9)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro O Mundo Perdido
Páginas: 286
Página atual: 96

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Capítulo 1 1
Capítulo 2 2
Capítulo 3 11
Capítulo 4 21
Capítulo 5 31
Capítulo 6 53
Capítulo 7 70
Capítulo 8 83
Capítulo 9 96
Capítulo 10 113
Capítulo 11 142
Capítulo 12 161
Capítulo 13 182
Capítulo 14 202
Capítulo 15 222
Capítulo 16 242
Capítulo 17 264
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site