Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 5: Parte IV

Página 13
Parte IV

Vem Joane, o Parvo, e diz ao Arrais do Inferno:

JOANE

Hou daquesta!

DIABO

Quem é?

JOANE

Eu sô.

É esta a naviarra nossa?

DIABO

De quem?

JOANE

Dos tolos.

DIABO

Vossa.

Entra!

JOANE

De pulo ou de voo?

Hou! Pesar de meu avô!

Soma: vim adoecer

e fui má-hora a morrer,

e nela pera mi só.

DIABO

De que morreste?

JOANE

De quê?

Samicas de caganeira.

DIABO

De quê ?

JOANE

De cagamerdeira.

má ravugem que te dê!

DIABO

Entra! Põe aqui o pé!

JOANE

Houlá! Num tombe o zambuco!

DIABO

Entra, tolaço enuco,

que se nos vai a maré!

JOANE

Aguardai, aguardai, houlá!

E onde havemos nós d’ir ter?

DIABO

Ao porto de Lucifer.

JOANE

Ha-a-a…

DIABO

Ó Inferno! Entra cá!

JOANE

Ó Inferno? Eramá!

Hiu! Hiu! Barca do cornudo.

<< Página Anterior

pág. 13 (Capítulo 5)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Auto da Barca do Inferno
Páginas: 41
Página atual: 13

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Introdução de Gil Vicente 1
Parte I 2
Parte II 4
Parte III 10
Parte IV 13
Parte V 16
Parte VI 19
Parte VII 24
Parte VIII 27
Parte IX 29
Parte X 32
Parte XI 36
Parte XII 39
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site