Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 7: 7 - Luz na Escuridão

Página 55

7
LUZ NA ESCURIDÃO

A notícia com que Lestrade nos saudou era tão importante e imprevista que ficámos os três estupefactos. Gregson saltou da cadeira e virou o uísque e a água. Eu fiquei embasbacado e calado a olhar para Sherlock Holmes, cujos lábios estavam cerrados e as sobrancelhas caídas sobre os olhos.

- Stangerson também! - murmurou ele. - A intriga complica-se.

- Já era bastante complicada - resmungou Lestrade, pegando numa cadeira e sentando-se. - Parece que caí numa espécie de conselho de guerra.

- Você... você tem a certeza dessa informação? - disse Gregson a gaguejar.

- Venho agora mesmo do quarto dele - disse Lestrade. - Fui o primeiro a descobrir o que se tinha passado.

- Temos estado a ouvir o ponto de vista de Gregson sobre o assunto - replicou Holmes. - Não se importa de nos informar sobre o que viu e fez?

- Não vejo nenhum inconveniente - respondeu Lestrade, sentando-se. - Confesso com toda a franqueza que era de opinião que Stangerson estava implicado na morte de Drebber. Este acontecimento novo mostrou-me que estava completamente enganado. Com uma única ideia fixa resolvi descobrir o que acontecera ao secretário. Tinham sido vistos juntos na estação de Euston por volta das oito e meia da noite do dia três. Às duas da manhã Drebber fora encontrado na Brixton Road. O problema com que me defrontava era descobrir como Stangerson ocupara o tempo entre as oito e meia e a hora do crime, e o que acontecera a seguir. Telegrafei para Liverpool, dando uma descrição do homem e avisando-os de que vigiassem os barcos americanos. Depois comecei por visitar todos os hotéis e pensões nos arredores de Euston. Compreendem, argumentei que, se Drebber e o companheiro se tinham separado, para o segundo, o rumo natural seria instalar-se algures nos arredores para pernoitar e depois andar de novo a deambular pela estação na manhã seguinte.

- É possível que tenham combinado antecipadamente encontrar-se nalgum sítio - comentou Holmes.

<< Página Anterior

pág. 55 (Capítulo 7)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Um Estudo em Escarlate
Páginas: 127
Página atual: 55

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Primeira Parte: 1 - O Sr. Sherlock Holmes 1
2 - A Ciência da Dedução 10
3 - O Mistério de Lauriston Gardens 21
4 - O que John Rance Tinha para Contar 32
5 - O Nosso Anúncio Traz um Visitante 39
6 - Tobias Gregson Mostra o que Sabe Fazer 46
7 - Luz na Escuridão 55
Segunda Parte: 1 - Na Imensa Planície de Alcali 65
2 - A Flor de Utá 76
3 - John Ferrier Fala com o Profeta 84
4 - Uma Fuga para Salvar a Própria Vida 90
5 - Os Anjos Vingadores 100
6 - Uma Continuação das Memórias do Dr. John Watson 110
7 - A Conclusão 122
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site