Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 13: Capítulo 13

Página 201
Dei, pois, ordem a Zambo para voltar à noite e ocupei o meu miserável dia a redigir a narrativa das minhas aventuras pessoais da noite. Escrevi igualmente uma carta a entregar a um branco qualquer, comerciante ou marinheiro; expus nela a necessidade absoluta de que confiassem cordas ao portador, pois as nossas vidas dependiam desse socorro. Atirei estes documentos a Zambo nessa mesma noite, assim como a minha bolsa que continha três soberanos ingleses; o índio recebeu a promessa de que receberia o dobro se voltasse com cordas.

E agora também o senhor pode compreender, caro Mr. McArdle, como é que esta comunicação pôde chegar até si. Encontra-se igualmente a par de tudo para o caso de nunca mais tornar a ver o seu infortunado correspondente. Esta noite sinto-me demasiadamente quebrantado e deprimido para traçar planos. Amanhã será, porém, necessário que me ponha na pista dos meus infelizes companheiros mas permanecendo em contacto com o Forte Challenger: tal é o problema que tenho de resolver custe o que custar.

<< Página Anterior

pág. 201 (Capítulo 13)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro O Mundo Perdido
Páginas: 286
Página atual: 201

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Capítulo 1 1
Capítulo 2 2
Capítulo 3 11
Capítulo 4 21
Capítulo 5 31
Capítulo 6 53
Capítulo 7 70
Capítulo 8 83
Capítulo 9 96
Capítulo 10 113
Capítulo 11 142
Capítulo 12 161
Capítulo 13 182
Capítulo 14 202
Capítulo 15 222
Capítulo 16 242
Capítulo 17 264
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site