Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar
> > > Página 270

Capítulo 20: Capítulo XX

Página 270
Capítulo XX

- Há três estágios na tua reintegração - disse O'Brien. - Aprender, compreender e aceitar. É hora de iniciares o segundo.

Como sempre, Winston jazia em decúbito dorsal. Mas já não se sentia tão fortemente ligado. Ainda estava amarrado à cama, porém podia mexer um pouco os joelhos, mover a cabeça de um lado para outro e levantar os braços, dobrando os cotovelos. O mostrador, também, já não o aterrorizava tanto. Podia fugir às suas picadas se fosse bastante alerta: em geral era quando demonstrava estupidez que O'Brien acionava a alavanca. Às vezes, atravessavam uma sessão inteira sem que o aparelho fosse usado. Não podia lembrar-se de quantas sessões sofrera. Todo o processo parecia prolongar-se por um período enorme, indefinido - semanas, possivelmente - e o intervalo entre as sessões às vezes era de alguns dias, outras de apenas uma hora ou duas.

- Enquanto estás aí deitado - disse O'Brien - muitas vezes perguntas a ti mesmo... e até a mim... porque é que o Ministério do Amor gasta tanto tempo e tanto esforço contigo. E quando eras livre também te admirava essencialmente a mesma pergunta. Podias perceber a mecânica da sociedade em que vivias, mas não os motivos orientadores. Lembras-te de que escreveste no teu diário "Compreendo como; não compreendo porquê?" Era quando pensavas no por que" que duvidavas do teu estado mental. Leste o livro, o livro de Goldstein, ou trechos dele, pelo menos. Revelou-te alguma coisa que já não soubesses?

- Leste o livro?

- Eu escrevi-o. Isto é, colaborei na sua autoria. Nenhum livro é produzido individualmente, como sabes.

- E é verdade o que diz o livro?

- Como descrição é. O programa que estabelece é insensato.

<< Página Anterior

pág. 270 (Capítulo 20)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro 1984
Páginas: 309
Página atual: 270

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Capítulo I 1
Capítulo II 20
Capítulo III 29
Capítulo IV 38
Capítulo V 50
Capítulo VI 66
Capítulo VII 72
Capítulo VIII 85
Capítulo IX 108
Capítulo X 120
Capítulo XI 130
Capítulo XII 141
Capítulo XIII 152
Capítulo XIV 162
Capítulo XV 165
Capítulo XVI 173
Capítulo XVII 185
Capítulo XVIII 235
Capítulo XIX 249
Capítulo XX 270
Capítulo XXI 284
Capítulo XXII 293
Capítulo XXIII 298
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site