Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 8: CAPÍTULO VII
INSTINTO

Página 262
Por exemplo, podemos compreender segundo o princípio da hereditariedade como o tordo da América do Sul compõe o seu ninho com lama, da mesma maneira peculiar que o nosso tordo britânico: como os machos da carriça (Troglodytes) da América do Norte constroem ninhos para se abrigarem, como os machos das nossas carriças - um hábito completamente diferente do de qualquer outra ave conhecida. Por fim, pode não ser uma dedução lógica mas, pelo que imagino, é muito mais satisfatório encarar instintos como os do jovem cuco que expulsar os seus irmãos adoptivos - formigas que fazem escravas -, larvas de icnêumones que se alimentam dentro dos corpos vivos de lagartas -, não como dotações especiais ou instintos criados, mas como pequenas consequências de uma lei geral conducente ao progresso de todos os seres orgânicos, nomeadamente, a da multiplicação, variação, preservação dos mais fortes e morte dos mais fracos.

<< Página Anterior

pág. 262 (Capítulo 8)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro A Origem das Espécies
Páginas: 524
Página atual: 262

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
INTRODUÇÃO 1
CAPÍTULO I
VARIAÇÃO SOB DOMESTICAÇÃO
7
CAPÍTULO II
VARIAÇÃO EM ESTADO DE NATUREZA
49
CAPÍTULO III
LUTA PELA EXISTÊNCIA
67
CAPÍTULO IV
SELECÇÃO NATURAL
88
CAPÍTULO V
LEIS DA VARIAÇÃO
143
CAPÍTULO VI
DIFICULDADES ENFRENTADAS PELA TEORIA
184
CAPÍTULO VII
INSTINTO
223
CAPÍTULO VIII HIBRIDISMO 263
CAPÍTULO IX
SOBRE A INPERFEIÇÃO DO REGISTO GEOLÓGICO
302
CAPÍTULO X
SOBRE A SUCESSÃO GEOLÓGICA DOS SERES ORGÂNICOS
336
CAPÍTULO XI
DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA
372
CAPÍTULO XII
DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA (continuação)
411
CAPÍTULO XIII
AFINIDADES MÚTUAS DOS SERES ORGÂNICOS. MORFOLOGIA. EMBRIOLOGIA. ÓRGÂOS RUDIMENTARES.
441
CAPÍTULO XIV
RECAPITULAÇÃO E CONCLUSÃO
491
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site