Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 5: CAPÍTULO IV
SELECÇÃO NATURAL

Página 88
CAPÍTULO IV
SELECÇÃO NATURAL

Selecção natural - o seu poder comparado com a selecção humana - o seu poder sobre caracteres de importância menor - o seu poder em todas as épocas e em ambos os sexos - Selecção sexual - Sobre a generalidade dos entrecruzamentos de indivíduos da mesma espécie - Circunstâncias favoráveis e desfavoráveis à selecção natural, nomeadamente, o entrecruzamento, o isolamento, o número de indivíduos - acção lenta - Extinção causada pela selecção natural- Divergência de carácter, relacionada com a diversidade de habitantes de uma área pequena, .. e com a naturalização - Acção da selecção natural, através da divergência de carácter e da extinção, sobre os descendentes de um antecessor comum - Explicação da aglomeração de todos os seres orgânicos pela selecção natural.

Como irá a luta pela existência, discutida com demasiada brevidade no último capítulo, agir no que diz respeito à variação? Poderá o princípio da selecção, que vimos ser tão poderoso nas mãos do homem, aplicar-se na natureza? Veremos, parece-me, que a sua acção pode ser bastante eficaz. Recorde-se o número interminável de estranhas peculiaridades pelas quais as nossas produções domésticas, e, em menor grau, as que se encontram em estado de natureza, variam; e a que ponto a tendência hereditária é forte. Sob domesticação, pode-se afirmar com verdade que toda a organização se torna até certo ponto plástica. Recorde-se quão infinitamente complexas e perfeitamente ajustadas são as relações mútuas de todos os seres orgânicos uns com os outros e com as suas condições físicas de vida. Poder-se-á então considerar improvável, vendo que ocorreram sem dúvida variações úteis ao homem, a ocorrência ocasional, no decurso

<< Página Anterior

pág. 88 (Capítulo 5)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro A Origem das Espécies
Páginas: 524
Página atual: 88

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
INTRODUÇÃO 1
CAPÍTULO I
VARIAÇÃO SOB DOMESTICAÇÃO
7
CAPÍTULO II
VARIAÇÃO EM ESTADO DE NATUREZA
49
CAPÍTULO III
LUTA PELA EXISTÊNCIA
67
CAPÍTULO IV
SELECÇÃO NATURAL
88
CAPÍTULO V
LEIS DA VARIAÇÃO
143
CAPÍTULO VI
DIFICULDADES ENFRENTADAS PELA TEORIA
184
CAPÍTULO VII
INSTINTO
223
CAPÍTULO VIII HIBRIDISMO 263
CAPÍTULO IX
SOBRE A INPERFEIÇÃO DO REGISTO GEOLÓGICO
302
CAPÍTULO X
SOBRE A SUCESSÃO GEOLÓGICA DOS SERES ORGÂNICOS
336
CAPÍTULO XI
DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA
372
CAPÍTULO XII
DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA (continuação)
411
CAPÍTULO XIII
AFINIDADES MÚTUAS DOS SERES ORGÂNICOS. MORFOLOGIA. EMBRIOLOGIA. ÓRGÂOS RUDIMENTARES.
441
CAPÍTULO XIV
RECAPITULAÇÃO E CONCLUSÃO
491
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site