Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 11: CAPÍTULO X
SOBRE A SUCESSÃO GEOLÓGICA DOS SERES ORGÂNICOS

Página 336
CAPÍTULO X
SOBRE A SUCESSÃO GEOLÓGICA DOS SERES ORGÂNICOS

Sobre o lento e sucessivo aparecimento de novas espécies - Sobre os seus diferentes ritmos de modificação - As espécies uma vez perdidas não reaparecem Os grupos de espécies seguem no seu aparecimento e desaparecimento as mesmas regras gerais que as espécies individuais - Sobre a extinção - Sobre as modificações simultâneas nas formas de vida em todo o mundo - Sobre as afinidades das espécies extintas entre si e entre estas e as espécies vivas - Sobre o estado de desenvolvimento de formas antigas - Sobre a sucessão dos mesmos tipos nas mesmas áreas - Resumo do presente capítulo e dos anteriores.

Vejamos agora se os diversos factos e regras respeitantes à sucessão geológica dos seres orgânicos se harmonizam melhor com a perspectiva comum da imutabilidade das espécies, ou com a da sua lenta e gradual modificação através da descendência e da selecção natural.

Novas espécies apareceram muito lentamente, uma após outra, em terra como em meios aquáticos. Lyell mostrou que é praticamente impossível contestar os indícios a este respeito no caso dos diversos estágios terciários; e anualmente a tendência é para preencher as lacunas entre estes estágios e tornar mais gradual a proporção entre as formas extintas e as novas. Em algumas das camadas mais recentes, ainda que de indubitável antiguidade, se for medida em anos, apenas uma ou duas espécies são formas extintas e apenas uma ou duas são formas novas, tendo aqui aparecido pela primeira vez, quer localmente, quer, tanto quanto sabemos, em todo o mundo. A confiarmos nas observações feitas por Philippi na Sicília, as modificações sucessivas nos habitantes marinhos dessa ilha foram muitas e sobremaneira graduais.

<< Página Anterior

pág. 336 (Capítulo 11)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro A Origem das Espécies
Páginas: 524
Página atual: 336

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
INTRODUÇÃO 1
CAPÍTULO I
VARIAÇÃO SOB DOMESTICAÇÃO
7
CAPÍTULO II
VARIAÇÃO EM ESTADO DE NATUREZA
49
CAPÍTULO III
LUTA PELA EXISTÊNCIA
67
CAPÍTULO IV
SELECÇÃO NATURAL
88
CAPÍTULO V
LEIS DA VARIAÇÃO
143
CAPÍTULO VI
DIFICULDADES ENFRENTADAS PELA TEORIA
184
CAPÍTULO VII
INSTINTO
223
CAPÍTULO VIII HIBRIDISMO 263
CAPÍTULO IX
SOBRE A INPERFEIÇÃO DO REGISTO GEOLÓGICO
302
CAPÍTULO X
SOBRE A SUCESSÃO GEOLÓGICA DOS SERES ORGÂNICOS
336
CAPÍTULO XI
DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA
372
CAPÍTULO XII
DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA (continuação)
411
CAPÍTULO XIII
AFINIDADES MÚTUAS DOS SERES ORGÂNICOS. MORFOLOGIA. EMBRIOLOGIA. ÓRGÂOS RUDIMENTARES.
441
CAPÍTULO XIV
RECAPITULAÇÃO E CONCLUSÃO
491
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site