Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 4: Capítulo 4

Página 18
TRÊS

A religião de João de Patmos era assim mesmo. Diz-se que ele já era velho quando terminou o Apocalipse no ano 96 d. c., data estabelecida pelos eruditos modernos com base em «provas intrínsecas».

Ora acontece que, nos primeiros tempos da história cristã, há três pessoas chamadas João: o João Baptista que baptizou Jesus e fundou, segundo parece, uma religião ou pelo menos uma seita da sua autoria com estranhas doutrinas que, muitos anos depois de Jesus morrer, ainda existiam; a seguir o apóstolo João, a quem são atribuídos o Quarto Evangelho e algumas Epístolas; a seguir este João de Patmos que viveu em Éfeso e foi metido na prisão em Patmos por um delito qualquer de carácter religioso contra o Estado Romano. Contudo, libertado ao fim de alguns anos na sua ilha, voltou a Éfeso e aí viveu, de acordo com a lenda, até uma idade bastante avançada.

Durante muito tempo julgou-se que o apóstolo João, a quem se atribui o Quarto Evangelho, também tivesse escrito o Apocalipse. Contudo, não é possível que o mesmo homem tenha escrito as duas obras, tão diferentes são uma da outra. O autor do Quarto envangelho foi com certeza um judeu «grego» culto e um dos grandes inspiradores do cristianismo místico, «do amor»; João de Patmos deve ter tido uma natureza bastante diferente e que inspirou, por certo, sentimentos muito diferentes.

<< Página Anterior

pág. 18 (Capítulo 4)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Apocalipse
Páginas: 180
Página atual: 18

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Capítulo 1 1
Capítulo 2 4
Capítulo 3 14
Capítulo 4 18
Capítulo 5 27
Capítulo 6 33
Capítulo 7 46
Capítulo 8 69
Capítulo 9 75
Capítulo 10 77
Capítulo 11 89
Capítulo 12 99
Capítulo 13 102
Capítulo 14 107
Capítulo 15 112
Capítulo 16 122
Capítulo 17 128
Capítulo 18 143
Capítulo 19 149
Capítulo 20 155
Capítulo 21 160
Capítulo 22 161
Capítulo 23 162
Capítulo 24 170
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site