Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 18: Capítulo 18

Página 111

Nessa mesma noite, comecei a escrever a carta. O tempo mudara bastante, o vento soprava com força lá fora, e, no meu quarto, sentada à luz do candeeiro com Flora a dormir calmamente junto a mim, deixei-me ficar sentada frente a uma folha em branco, os ouvidos atentos ao ruído da chuva que se abatia contra as vidraças. Por fim, peguei numa vela e sal, cruzei o corredor e imobilizei-me durante um minuto frente à porta do quarto de Miles.

Com a obsessão que naquele momento me dominava, pus-me à escuta, tentando descobrir um qualquer ruído que denunciasse estar o rapazinho acordado. E o certo é que esse sinal acabou por se fazer ouvir, mas assumindo uma forma inesperada. A sua voz chegou-me aos ouvidos:

— Hei, você aí, entre!—A voz dele era um raio de sol na escuridão.

Entrei no quarto com a vela na mão e fui encontrá-lo na cama, completamente desperto e bastante descontraído.

— Então, que é que anda para aí a tramar? — inquiriu ele com tal simpatia que dei por mim a pensar que, caso Mrs. Grose ali estivesse, por certo se teria interrogado sobre o que de estranho acontecera entre nós.

Examinei-o com atenção.

— Como é que sabia que eu estava lá fora?

— Ora, ouvi-a, claro! Achava que não fazia barulho? Pois deixe-me dizer-lhe que parecia um batalhão de cavalaria! — E o comentário foi rematado com uma gargalhada encantadora.

— Isso quer dizer que não estava a dormir?

<< Página Anterior

pág. 111 (Capítulo 18)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Calafrio
Páginas: 164
Página atual: 111

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Capítulo 1 1
Capítulo 2 10
Capítulo 3 16
Capítulo 4 24
Capítulo 5 31
Capítulo 6 38
Capítulo 7 45
Capítulo 8 54
Capítulo 9 61
Capítulo 10 68
Capítulo 11 74
Capítulo 12 80
Capítulo 13 85
Capítulo 14 90
Capítulo 15 96
Capítulo 16 102
Capítulo 17 106
Capítulo 18 111
Capítulo 19 118
Capítulo 20 123
Capítulo 21 128
Capítulo 22 134
Capítulo 23 145
Capítulo 24 150
Capítulo 25 156
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site