Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 3: Capítulo 3

Página 16

Dois dias mais tarde, parti com Flora ao encontro daquele a quem Mrs. Grose chamara «o pequeno senhor». Sentia-me bastante inquieta, sobretudo devido a algo que, ao ocorrer na segunda noite da minha estada em Bly, me deixara profundamente desconcertada. O primeiro dia fora, tal como já expressei, reconfortante, mas a minha alegria não demoraria muito a esmorecer. Nessa tarde, o correio trouxe consigo uma carta que me era dirigida e que, embora escrita pelo punho do meu patrão, constava apenas de algumas palavras, nela se encontrando uma outra missiva, esta dirigida a ele mesmo, mas cujo lacre não fora sequer tocado. Não demorei muito a compreender ser o remetente da mesma o director do colégio. opor favo^D>, dizia a folha que me fora enviada, «leia o que o director tem para dizer, resolva a situação com ele, mas não me diga nada a esse respeito. Nem uma só palavra. Estou de viagem!» Rasguei o lacre com grande esforço — tão grande que demorei quase uma eternidade a fazê-lo; levei a carta para o quarto e só me resolvi a lê-la quando estava prestes a ir para a cama. Melhor seria tê-lo feito na manhã seguinte, já que semelhante acto resultou em mais um noite de insónia. No dia seguinte, e visto não ter ninguém a quem pedir conselho, sentia-me profundamente angustiada. Por fim, acabei por tomar a decisão de falar com Mrs. Grose.

— Que significa isto? O garoto foi dispensado da escola.

Ela começou por dirigir-me um olhar significativo, mas, depois de alguns instantes de inquietação, recompôs-se e tentou aparentar uma certa indiferença.

—  Mas não é verdade que eles são todos. . . ?

— Mandados para casa? Sim, claro, mas apenas durante as férias. Miles pode nunca mais voltar à escola.

Ao sentir-se observada por mim, Mrs. Grose corou.

<< Página Anterior

pág. 16 (Capítulo 3)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Calafrio
Páginas: 164
Página atual: 16

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Capítulo 1 1
Capítulo 2 10
Capítulo 3 16
Capítulo 4 24
Capítulo 5 31
Capítulo 6 38
Capítulo 7 45
Capítulo 8 54
Capítulo 9 61
Capítulo 10 68
Capítulo 11 74
Capítulo 12 80
Capítulo 13 85
Capítulo 14 90
Capítulo 15 96
Capítulo 16 102
Capítulo 17 106
Capítulo 18 111
Capítulo 19 118
Capítulo 20 123
Capítulo 21 128
Capítulo 22 134
Capítulo 23 145
Capítulo 24 150
Capítulo 25 156
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site