Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 22: Capítulo 22

Página 134

Ainda antes de a luz do dia entrar pela janela do quarto, abri os olhos e fui confrontada com a imagem de Mrs. Grose, que ali se dirigira para me dar péssimas notícias. Flora sentia-se de tal forma febril que só podia estar prestes a adoecer. Passara uma noite agitadíssima, pois o medo que sentia não a deixava conciliar o sono. Contudo, o objecto dos seus receios não era a antiga preceptora, mas eu mesma. Não era contra um possível regresso de Miss Jessel ao cenário que a garota protestava, mas sim, e de um modo apaixonado, contra mim. Saltei da cama assim que escutei aquilo. Tinha uma série de perguntas a fazer, e queria as respostas quanto antes, sobretudo porque tudo indicava que a minha amiga estava prestes a investir de novo contra mim. Este ponto tornou-se bastante claro assim que a interroguei a respeito do que pensava sobre o comportamento de Flora.

— Ela continua a dizer-lhe que nunca viu coisa alguma?

A agitação foi evidente no rosto da mulher.

— Ah, menina, ai está uma coisa a respeito da qual não posso forçá-la. De qualquer maneira, a verdade é que não foi preciso. Tudo isto fê-la crescer imenso!

— Oh, é como se estivesse a vê-la! Sente-se of endida por terem duvidado da sua palavra e da sua respeitabilidade. «Miss Jessel, sim, sim... Ela! Ela sim, é respeitável»! O seu comportamento ontem foi mesmo muito estranho. Nunca tinha visto nada assim. Só posso ter posto mesmo o dedo na ferida! Ela nunca mais volta a dirigir-me a palavra.

<< Página Anterior

pág. 134 (Capítulo 22)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Calafrio
Páginas: 164
Página atual: 134

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Capítulo 1 1
Capítulo 2 10
Capítulo 3 16
Capítulo 4 24
Capítulo 5 31
Capítulo 6 38
Capítulo 7 45
Capítulo 8 54
Capítulo 9 61
Capítulo 10 68
Capítulo 11 74
Capítulo 12 80
Capítulo 13 85
Capítulo 14 90
Capítulo 15 96
Capítulo 16 102
Capítulo 17 106
Capítulo 18 111
Capítulo 19 118
Capítulo 20 123
Capítulo 21 128
Capítulo 22 134
Capítulo 23 145
Capítulo 24 150
Capítulo 25 156
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site