Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 23: Capítulo 23

Página 145

Quando ela partiu e me vi sozinha naquela casa compreendi que o pior estava para vir. Se contava com o facto de ficar a sós com Miles para resolver a situação, então a hora da verdade estava próxima. Em nenhum momento da minha estada em Bly me senti tão apreensiva como naquele em que, ao descer as escadas, fui informada de que a carruagem transportando a minha companheira e a minha jovem aluna acabara de passar o portão. Disse para mim mesma que nada mais tinha a fazer para além de enfrentar a situação recorrendo aos meus próprios meios, e, durante o resto do dia, dando tudo por tudo para afastar qualquer sentimento de fraqueza, vi-me confrontada com a ideia de que agirá com uma velocidade espantosa. De momento, sã muito a custo as coisas poderiam parecer pior, sobretudo porque, pela primeira vez, o rosto dos demais habitantes da casa revelavam sinais de desconcerto. Como seria de esperar, o que acontecera deixara-os perdidos, pois pouco ou nada sabiam a respeito dos motivos que haviam levado a minha colega a partir com tamanha rapidez. Tanto as criadas como os restantes empregados pareciam não saber como agir, e o facto deixou-me de tal forma nervosa que acabei por compreender que estava na hora de actuar. Teria de agarrar o leme a tempo, a fim de evitar o naufrágio, e atrevo-me a dizer que, para levar o barco a bom porto, consegui manter-me imponente e calma. Fiquei feliz ao compreender as dimensões gigantescas da tarefa que me esperava, e procurei deixar bem claro como estava disposta a agir com firmeza. Assim, durante uma ou duas horas, percorri a casa de uma ponta à outra dando ordens e certificando-me de que estas eram cumpridas — com a dor escondida no coração.

<< Página Anterior

pág. 145 (Capítulo 23)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Calafrio
Páginas: 164
Página atual: 145

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Capítulo 1 1
Capítulo 2 10
Capítulo 3 16
Capítulo 4 24
Capítulo 5 31
Capítulo 6 38
Capítulo 7 45
Capítulo 8 54
Capítulo 9 61
Capítulo 10 68
Capítulo 11 74
Capítulo 12 80
Capítulo 13 85
Capítulo 14 90
Capítulo 15 96
Capítulo 16 102
Capítulo 17 106
Capítulo 18 111
Capítulo 19 118
Capítulo 20 123
Capítulo 21 128
Capítulo 22 134
Capítulo 23 145
Capítulo 24 150
Capítulo 25 156
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site