Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar
> > > Página 105

Capítulo 21: Capítulo 21

Página 105

Heitor, percebendo que se aproximava do seu objectivo — lançar fogo à esquadra inimiga —, começou a excitar o animo dos guerreiros com estas palavras:

— Troianos, lícios e dardanios! Júpiter está do nosso lado e protege-nos Corramos todos juntos e precipitemo-nos sobre os navios. Muitos morre rio, por certo, mas que ninguém se assuste ao ver a morte de perto: a glória, espera quem morre em defesa da pátria. Não vos preocupeis com as vossa mulheres e os vossos filhos, pois os bens que possuirdes passarão para ele e o vosso nome será eternamente abençoado e honrado pelos sobrevivente de Tróia.

Ouvindo estas palavras, os guerreiros sentiram dentro de si como que uma alma nova e uma energia incontrolável. Formaram fileiras cerrada e caíram sobre o inimigo como feras indomáveis. Em poucos instantes centenas de heróis perderam a vida. Ájax andava entre eles procurando com a coragem que ainda lhe restava, impedir que as tropas debandassem fugindo vergonhosamente. O seu maior empenho era evitar que os homens que transportavam os archotes se aproximassem das embarcações. Mas, em dado momento, a sua resistência fraquejou e a multidão de troianos invadiu a popa de um dos navios.

Paralelamente a estes acontecimentos, no terreno da luta, Pátroclo, o fiel amigo de Aquiles, apresentou-se-lhe na tenda a chorar, pois convencera-se de que já não havia esperanças para os gregos. Ao vê-lo naquela postura, o temperamental Aquiles perguntou-lhe:

— Porque choras, Pátroclo? Pareces uma menina a correr ao lado da mãe, pedindo-lhe que a leve ao colo. Recebeste alguma noticia desagradável de Ftia? Sei que o teu velho pai está vivo. Peleu, no seio do seu povo continua bem. Seria a morte destes dois homens que mais nos afligira; Será que choras por causa dos gregos, vendo que eles perecem junto às embarcações, como castigo da sua injustiça?

<< Página Anterior

pág. 105 (Capítulo 21)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Ilíada
Páginas: 178
Página atual: 105

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Capítulo 1 1
Capítulo 2 4
Capítulo 3 15
Capítulo 4 18
Capítulo 5 25
Capítulo 6 31
Capítulo 7 37
Capítulo 8 41
Capítulo 9 44
Capítulo 10 49
Capítulo 11 56
Capítulo 12 64
Capítulo 13 67
Capítulo 14 70
Capítulo 15 73
Capítulo 16 80
Capítulo 17 86
Capítulo 18 90
Capítulo 19 96
Capítulo 20 101
Capítulo 21 105
Capítulo 22 112
Capítulo 23 115
Capítulo 24 121
Capítulo 25 124
Capítulo 26 127
Capítulo 27 133
Capítulo 28 139
Capítulo 29 145
Capítulo 30 149
Capítulo 31 156
Capítulo 32 159
Capítulo 33 165
Capítulo 34 175
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site