Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 11: Capítulo X

Página 134
Vira-o. Ouvira-o. Não me estorvara. Eu estava justamente a pensar, naquele momento, que não morreria.'

«Tentou sondar o meu pensamento olhando-me atentamente ao passar. 'Quer dizer que tinha estado a decidir consigo próprio se havia de morrer ou não?, perguntei no tom mais impenetrável que me foi possível. Acenou com a cabeça sem se deter. 'Sim, tinha chegado aí enquanto estava sentado no banco, sozinho, disse. Avançou uns passos para o fundo imaginário do seu desconcerto, e quando se virou para voltar para trás trazia as mãos enterradas até ao fundo dos bolsos. Parou de repente na frente da minha cadeira e olhou para baixo. 'Não acredita?', perguntou com uma curiosidade tensa. Fiz uma declaração solene da minha prontidão em acreditar implicitamente em tudo o que ele achasse por bem contar-me.»

<< Página Anterior

pág. 134 (Capítulo 11)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Lord Jim
Páginas: 434
Página atual: 134

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Nota do Autor 1
Capítulo I 4
Capitulo II 12
Capítulo III 19
Capítulo IV 30
Capítulo V 37
Capítulo VI 60
Capítulo VII 82
Capítulo VIII 95
Capítulo IX 107
Capítulo X 119
Capítulo XI 135
Capítulo XII 141
Capítulo XIII 151
Capítulo XIV 164
Capítulo XV 179
Capítulo XVI 184
Capítulo XVII 191
Capítulo XVIII 195
Capitulo XIX 205
Capítulo XX 212
Capítulo XXI 226
Capítulo XXII 235
Capítulo XXIII 242
Capítulo XXIV 251
Capítulo XXV 258
Capítulo XXVI 268
Capítulo XXVII 275
Capítulo XXVIII 283
Capítulo XXIX 292
Capítulo XXX 299
Capítulo XXXI 306
Capítulo XXXII 315
Capítulo XXXIII 322
Capítulo XXXIV 333
Capítulo XXXV 343
Capítulo XXXVI 350
Capítulo XXXVII 357
Capítulo XXXVIII 366
Capítulo XXXIX 376
Capítulo XL 385
Capítulo XLI 395
Capítulo XLII 402
Capítulo XLIII 410
Capítulo XLIV 418
Capítulo XLV 424
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site