Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 43: Capítulo XLII

Página 402
Capítulo XLII

«Na verdade, não creio que ele tivesse feito mais que entrever essa vereda em linha recta. Parecia ter ficado intrigado com o que viu, porque, mais de uma vez, interrompeu a sua narração para exclamar: 'Quase conseguiu escapar-se-me de entre os dedos. Não podia compreendê-lo. Quem era ele?' E depois de fixar em mim uns olhos alucinados, continuava a falar com risos de júbilo e de desprezo. Para mim, a conversa entre estes dois homens de uma margem para a outra surge-me agora como um dos mais encarniçados duelos que o Destino jamais contemplou com o frio desconhecimento do desfecho. Não, Brown não voltou do avesso a alma de Jim, mas, ou eu estou muito enganado, ou aquele espírito, tão longe do seu alcance, foi obrigado a beber até ao fim o cálix da amargura daquela contenda. Estes eram os emissários que o mundo a que ele renunciara lhe enviava para o perseguirem até ao seu refúgio. Brancos saídos desse 'além' onde não se julgava digno de viver. Era isto o que chegava até ele - uma ameaça, um abalo, um perigo para o seu trabalho. Suponho que foi este sentimento de tristeza, meio ressentido, meio resignado, que, aflorando de vez em quando nas raras palavras de Jim, fez Brown sentir-se tão intrigado, ao tentar decifrar o carácter desse homem. Alguns grandes homens devem muito da sua grandeza à habilidade de descobrirem naqueles que escolhem para seus instrumentos a exacta qualidade da força necessária à obra deles, e Brown, como se fosse realmente grande, tinha um talento satânico para descobrir o ponto mais forte e o mais fraco das suas vítimas. Confessou-me que Jim não era daqueles que é possível subjugar mostrando submissão, e, por conseguinte, Brown teve o cuidado de se apresentar como um homem que enfrenta a vida sem desânimo, sem malícia, sem opróbrio.

<< Página Anterior

pág. 402 (Capítulo 43)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Lord Jim
Páginas: 434
Página atual: 402

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Nota do Autor 1
Capítulo I 4
Capitulo II 12
Capítulo III 19
Capítulo IV 30
Capítulo V 37
Capítulo VI 60
Capítulo VII 82
Capítulo VIII 95
Capítulo IX 107
Capítulo X 119
Capítulo XI 135
Capítulo XII 141
Capítulo XIII 151
Capítulo XIV 164
Capítulo XV 179
Capítulo XVI 184
Capítulo XVII 191
Capítulo XVIII 195
Capitulo XIX 205
Capítulo XX 212
Capítulo XXI 226
Capítulo XXII 235
Capítulo XXIII 242
Capítulo XXIV 251
Capítulo XXV 258
Capítulo XXVI 268
Capítulo XXVII 275
Capítulo XXVIII 283
Capítulo XXIX 292
Capítulo XXX 299
Capítulo XXXI 306
Capítulo XXXII 315
Capítulo XXXIII 322
Capítulo XXXIV 333
Capítulo XXXV 343
Capítulo XXXVI 350
Capítulo XXXVII 357
Capítulo XXXVIII 366
Capítulo XXXIX 376
Capítulo XL 385
Capítulo XLI 395
Capítulo XLII 402
Capítulo XLIII 410
Capítulo XLIV 418
Capítulo XLV 424
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site