Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 31: Capítulo XXX

Página 300
Não sei o que esperava lhe fizessem em consideração pelo seu casamento; ma! é evidente que a liberdade de roubar, de surripiar, de se apropriar durante muitos anos e da maneira que melhor lhe convinha das mercadorias da firma Stein & C.' (Stein manteve os fornecimentos sem falhar enquanto consegui que os seus capitães os transportassem até lá), não lhe parecia urna justa compensação para o sacrifício do seu ilustre nome. Jim gostaria muito de dar uma sova em Cornélio até o deixar meio morto; por outro lado, essa! cenas eram tão dolorosas, tão abomináveis, que o seu primeiro impulso era afastar-se para onde não pudesse ouvir, a fim de poupar os sentimentos da jovem. Ela ficava sem fala e agitada, a apertar o peito de vez em quando core uma expressão dura e desesperada. Então Jim aproximava-se e dizia-lhe com um ar infeliz: 'Vamos!... realmente... de que serve? .. Tem de comer alguma coisa', ou esforçava-se por lhe dar qualquer outra prova de simpatia. Cornélio continuava a rondar na varanda, entrava e saía furtivamente mudo como um peixe, e lançava olhares malévolos, desconfiados e sorrateiros. 'Posso fazê-lo acabar com isto', disse Jim uma vez à rapariga. 'Basta-me uma palavra sua.' Sabem o que ela respondeu? Ela disse - contou-lhe Jim impressionado - que, se não tivesse a certeza de que aquele homem. era profundamente infeliz, teria arranjado coragem para o matar com 2.: suas próprias mãos. 'Imagine-me isto! Uma pobre rapariga, quase uma criança, ser levada a falar desta maneira', exclamou ele horrorizado. Parecia impossível salvá-la não só desse patife, mas ainda dela própria. Não era se piedade, afirmou-me ele, o que sentia por ela; era mais do que piedade parecia-lhe ter um peso na consciência, enquanto ela continuasse a leva: aquela vida.

<< Página Anterior

pág. 300 (Capítulo 31)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Lord Jim
Páginas: 434
Página atual: 300

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Nota do Autor 1
Capítulo I 4
Capitulo II 12
Capítulo III 19
Capítulo IV 30
Capítulo V 37
Capítulo VI 60
Capítulo VII 82
Capítulo VIII 95
Capítulo IX 107
Capítulo X 119
Capítulo XI 135
Capítulo XII 141
Capítulo XIII 151
Capítulo XIV 164
Capítulo XV 179
Capítulo XVI 184
Capítulo XVII 191
Capítulo XVIII 195
Capitulo XIX 205
Capítulo XX 212
Capítulo XXI 226
Capítulo XXII 235
Capítulo XXIII 242
Capítulo XXIV 251
Capítulo XXV 258
Capítulo XXVI 268
Capítulo XXVII 275
Capítulo XXVIII 283
Capítulo XXIX 292
Capítulo XXX 299
Capítulo XXXI 306
Capítulo XXXII 315
Capítulo XXXIII 322
Capítulo XXXIV 333
Capítulo XXXV 343
Capítulo XXXVI 350
Capítulo XXXVII 357
Capítulo XXXVIII 366
Capítulo XXXIX 376
Capítulo XL 385
Capítulo XLI 395
Capítulo XLII 402
Capítulo XLIII 410
Capítulo XLIV 418
Capítulo XLV 424
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site