Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 46: Capítulo XLV

Página 425
Então Tamb' Itam começou a contar o que se passara, esforçando-se por ordenar o relato. Chamava Panglima a Dain Waris e dizia: 'Ordenava o Panglima ao chefe dos barqueiros: «Dá de comer a Tamb' Itam-', quando o amo saltou da cama e o olhou com um rosto tão transtornado que as palavras lhe morreram na garganta.

«Tala!', disse Jim. 'Morreu?' 'Que a tua vida seja longa, Tuan', exclamou Tamb' Itam. 'Foi uma miserável traição. Ele levantou-se quando ouviu os primeiros tiros, e mal tinha dado alguns passos, caiu... ' Jim dirigiu-se para a janela e com o punho fez saltar o postigo. O quarto encheu-se de luz. Então, em voz firme, mas apressada, começou a dar-lhe ordens para reunir e lançar em perseguição dos bandidos uma lotilha de barcos, ir prevenir este e aquele, enviar mensageiros; enquanto falava, sentou-se na cama e dobrou-se para atar as botas. De repente, ergueu os olhos: 'porque estás aí especado?', perguntou muito vermelho. 'Não percas tempo.' Tamb' Itam não se moveu. 'Perdoa-me, Tuan, mas... ' começou a gaguejar. 'O quê?', gritou Jim com uma expressão terrível, inclinando-se para a frente com as mãos crispadas na beira da cama. 'Não é prudente que o teu criado se mostre entre o povo', disse Tamb' Itam depois de ter hesitado por um momento.

«Foi então que Jim compreendeu. Renunciara a um mundo por uma coisa de pouca importância, a um impulso repentino, e agora aquele outro mundo que criara desmoronava-se sobre a sua cabeça. Não era prudente que o seu criado se mostrasse entre o seu próprio povo! Creio que naquele momento preciso Jim decidiu enfrentar o desastre da única maneira que lhe pareceu possível enfrentar um tal desastre. Tudo o que sei é que, sem uma palavra, saiu do quarto e sentou-se à mesa a que costumava sentar-se para tratar dos negócios do seu mundo e a proclamar dia a dia a verdade que certamente lhe habitava o coração.

<< Página Anterior

pág. 425 (Capítulo 46)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Lord Jim
Páginas: 434
Página atual: 425

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Nota do Autor 1
Capítulo I 4
Capitulo II 12
Capítulo III 19
Capítulo IV 30
Capítulo V 37
Capítulo VI 60
Capítulo VII 82
Capítulo VIII 95
Capítulo IX 107
Capítulo X 119
Capítulo XI 135
Capítulo XII 141
Capítulo XIII 151
Capítulo XIV 164
Capítulo XV 179
Capítulo XVI 184
Capítulo XVII 191
Capítulo XVIII 195
Capitulo XIX 205
Capítulo XX 212
Capítulo XXI 226
Capítulo XXII 235
Capítulo XXIII 242
Capítulo XXIV 251
Capítulo XXV 258
Capítulo XXVI 268
Capítulo XXVII 275
Capítulo XXVIII 283
Capítulo XXIX 292
Capítulo XXX 299
Capítulo XXXI 306
Capítulo XXXII 315
Capítulo XXXIII 322
Capítulo XXXIV 333
Capítulo XXXV 343
Capítulo XXXVI 350
Capítulo XXXVII 357
Capítulo XXXVIII 366
Capítulo XXXIX 376
Capítulo XL 385
Capítulo XLI 395
Capítulo XLII 402
Capítulo XLIII 410
Capítulo XLIV 418
Capítulo XLV 424
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site