Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 7: Capítulo VI

Página 81
'Toda aquela gente na sala do tribunal parecia tão imbecil que... que poderia ter acontecido o que eu supus.'

«Estas palavras abriram-me de repente novas perspectivas da sua alma, para minha maravilha. Olhei para ele com curiosidade e encontrei os seus olhos impenetráveis. 'Não posso suportar este género de coisas', disse com muita simplicidade, ‘e não tenho intenção de as suportar. No tribunal é diferente: tenho de as enfrentar e sou capaz disso.’

«Não tenho a pretensão de o ter compreendido. O que me deixou entrever foi como as aparições surgem através das aberturas precárias no nevoeiro espesso - pedacinhos de pormenores nítidos e efémeros, que não permitem fazer uma ideia conexa do aspecto geral de uma região. Alimentam a curiosidade sem a satisfazer: não servem para fins de orientação. De uma maneira geral, o seu comportamento era falacioso. Foi assim que eu resumi para mim mesmo a situação depois de ele me ter deixado tarde na noite. Eu estava hospedado desde havia alguns dias na Malabar House e acedendo ao meu convite insistente ele jantou ali comigo.»

<< Página Anterior

pág. 81 (Capítulo 7)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Lord Jim
Páginas: 434
Página atual: 81

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Nota do Autor 1
Capítulo I 4
Capitulo II 12
Capítulo III 19
Capítulo IV 30
Capítulo V 37
Capítulo VI 60
Capítulo VII 82
Capítulo VIII 95
Capítulo IX 107
Capítulo X 119
Capítulo XI 135
Capítulo XII 141
Capítulo XIII 151
Capítulo XIV 164
Capítulo XV 179
Capítulo XVI 184
Capítulo XVII 191
Capítulo XVIII 195
Capitulo XIX 205
Capítulo XX 212
Capítulo XXI 226
Capítulo XXII 235
Capítulo XXIII 242
Capítulo XXIV 251
Capítulo XXV 258
Capítulo XXVI 268
Capítulo XXVII 275
Capítulo XXVIII 283
Capítulo XXIX 292
Capítulo XXX 299
Capítulo XXXI 306
Capítulo XXXII 315
Capítulo XXXIII 322
Capítulo XXXIV 333
Capítulo XXXV 343
Capítulo XXXVI 350
Capítulo XXXVII 357
Capítulo XXXVIII 366
Capítulo XXXIX 376
Capítulo XL 385
Capítulo XLI 395
Capítulo XLII 402
Capítulo XLIII 410
Capítulo XLIV 418
Capítulo XLV 424
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site