Procurar livros:
    Procurar
Procurar livro na nossa biblioteca
 
 
Procurar autor
   
Procura por autor
 
marcador
  • Sem marcador definido
Marcador
 
 
 
Navegar

Capítulo 40: Capítulo XXXIX

Página 377
Stein, com quem Jim mantivera relações por correspondência, obtivera do Governo holandês uma autorização especial a fim de exportar para o Patusan quinhentos barris de pólvora. O respectivo depósito era uma pequena cabana de troncos em bruto completamente cobertos de terra, e na ausência de Jim era a jovem que ficava com a chave.

«No conselho, realizado às onze horas da noite na sala de jantar de Jim, ela apoiou Waris, que era de opinião que se devia entrar imediatamente em acção. Dizem-me que ela se postou ao lado da cadeira vazia de Jim, à cabeceira da comprida mesa, e fez um discurso belicoso e apaixonado, que na altura provocou murmúrios de aprovação da assembleia dos chefes da cidade, ali reunidos. O velho Doramin, que há mais de um ano não pusera pé fora do portão da sua casa, fora transportado com grande dificuldade. É claro que, ali, era ele o chefe. O estado de espírito do conselho era irascível, e a palavra do velho teria sido decisiva; mas estou convencido de que, com medo da coragem fogosa do filho, não ousou pronunciar a palavra necessária. Prevaleciam outros pareceres mais dilatórios.

«Um tal Haji Saman demonstrou com todos os pormenores que esses homens ferozes e tirânicos tinham-se, sem sombra de dúvida, entregado a uma morte certa. Ou aguentavam firmes na colina e morriam de fome, ou tentavam alcançar a chalupa e eram mortos por homens emboscados do outro lado do riacho, ou então rompiam o cerco e fugiam para a floresta, onde morreriam um a um'. Afirmava que esses malditos estrangeiros podiam ser destruídos com estratagemas sem se correr o risco de uma batalha; as suas palavras foram de grande peso, sobretudo para os homens de Patusan propriamente ditos. O que perturbava os espíritos da gente da cidade era o facto de os barcos do rajá não terem actuado no momento decisivo.

<< Página Anterior

pág. 377 (Capítulo 40)

Página Seguinte >>

anúncio
Capa do livro Lord Jim
Páginas: 434
Página atual: 377

 
   
 
   
Os capítulos deste livro:
Nota do Autor 1
Capítulo I 4
Capitulo II 12
Capítulo III 19
Capítulo IV 30
Capítulo V 37
Capítulo VI 60
Capítulo VII 82
Capítulo VIII 95
Capítulo IX 107
Capítulo X 119
Capítulo XI 135
Capítulo XII 141
Capítulo XIII 151
Capítulo XIV 164
Capítulo XV 179
Capítulo XVI 184
Capítulo XVII 191
Capítulo XVIII 195
Capitulo XIX 205
Capítulo XX 212
Capítulo XXI 226
Capítulo XXII 235
Capítulo XXIII 242
Capítulo XXIV 251
Capítulo XXV 258
Capítulo XXVI 268
Capítulo XXVII 275
Capítulo XXVIII 283
Capítulo XXIX 292
Capítulo XXX 299
Capítulo XXXI 306
Capítulo XXXII 315
Capítulo XXXIII 322
Capítulo XXXIV 333
Capítulo XXXV 343
Capítulo XXXVI 350
Capítulo XXXVII 357
Capítulo XXXVIII 366
Capítulo XXXIX 376
Capítulo XL 385
Capítulo XLI 395
Capítulo XLII 402
Capítulo XLIII 410
Capítulo XLIV 418
Capítulo XLV 424
Links Relacionados
 
Artigos: Porque lemos literatura | O Ensaio na literatura | O primeiro texto da língua portuguesa 
© 2010 Ciberforma Informática. Todos os direitos reservados. Contacto | Política de privacidade | Mapa do Site